fechar

Quase 1,5 mil pessoas estão na fila virtual para consultas de oftalmologia

por: Juliana Bencke
Data: 07/12/2017 | 06:00

O novo sistema de marcação das consultas de oftalmologia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) completou um mês, em Venâncio Aires. Ao todo, 1.492 pessoas integram a fila virtual que substituiu a presencial, no posto de saúde Santa Tecla. Entre elas, em torno de 600 já esperavam pelos atendimentos antes da mudança.

Foto: Juliana Bencke / Folha do MateTrês oftalmologistas realizam atendimento pelo SUS, em Venâncio Aires, no posto Santa Tecla
Três oftalmologistas realizam atendimento pelo SUS, em Venâncio Aires, no posto Santa Tecla

Para o secretário municipal de Saúde, Ramon Schwengber, além de facilitar para a população, que não precisa mais passar a madrugada no posto de saúde para marcar a consulta, o novo sistema permite que se conheça a demanda por consultas de oftalmologia no município. 'Antes, não tínhamos noção da fila e a distribuição não era proporcional', comenta, ao lembrar que pacientes do interior do município e de bairros longe do Santa Tecla tinham mais dificuldade de acessar o serviço.

Com o sistema, iniciado em novembro, o paciente pode ir em qualquer dia e horário no posto de saúde mais próximo de sua casa, e solicitar a inclusão na fila de espera. Quando a consulta for liberada, ele é avisado por mensagem de celular (SMS) ou ligação telefônica sobre o dia do atendimento, que ocorre no posto de saúde Santa Tecla.

Moradora de Vila Mariante, Juliana Soares, 32 anos, consultou com o oftalmologista na manhã de ontem. 'Marquei a consulta no posto de Mariante há uns 30 dias. O pessoal do posto de lá me avisou o dia e a hora que tinham marcado', disse ela, que aprovou o sistema.

FILA ÚNICA

De acordo com o responsável pelo setor de Tecnologia de Informação (TI) da secretaria de Saúde, Selso Luís da Rosa DE Conto, com o início da nova forma de marcação, cerca de 600 pessoas que já esperavam pelo atendimento e estavam em listas separadas dos postos de saúde e do Gabinete da Primeira-dama, foram incluídos na fila única. 'Antes, tínhamos duas realidades: tinha gente há mais de dois anos esperando ou, quem quisesse sair dessa fila, virava a noite no posto de saúde para marcar a consulta.'

Foto: Juliana Bencke / Folha do MateDE Conto e Schwengber avaliam de forma positiva o primeiro mês do sistema
DE Conto e Schwengber avaliam de forma positiva o primeiro mês do sistema

Schwengber reconhece que a fila virtual facilitou a busca de oftalmologista pelo SUS. 'Esse aumento da procura se dá pela facilidade de acesso. Nossa ideia era acabar com a fila presencial e fizemos isso. Agora, vamos trabalhar para diminuir essa fila virtual', ressalta.

Se consideradas as 360 consultas oferecidas, mensalmente, seriam necessários quatro meses para suprir a demanda atual. No entanto, para o secretário de Saúde, ainda é cedo para precisar o tempo médio de espera pelo atendimento. 'A ideia é aguardarmos pelos próximos meses para ver se será preciso ter algumas restrições para a marcação', afirma.
Um dos fatores que devem ser levados em conta são as faltas nas consultas, que chegaram a 20% neste mês. Nesses casos, há o remanejamento de outros pacientes para os atendimentos.

Foto: Juliana Bencke / Folha do MatePacientes são avisados por SMS sobre o dia da consulta
Pacientes são avisados por SMS sobre o dia da consulta

SAIBA MAIS

- 360 consultas oftalmológicas são oferecidas, por mês, em Venâncio Aires, para pacientes da fila de espera, além de 120 consultas de urgência. Os atendimentos ocorrem no posto Santa Tecla e são realizados por três oftalmologistas.

- As consultas respeitam a ordem da fila, de acordo com dia e horário de marcação, feito em qualquer posto de saúde. Quando fizer o cadastro, o paciente deve informar como pode ser avisado sobre a consulta - por SMS, ligação telefônica ou mesmo recado pelo agente comunitário de saúde - e, quando contatado, tem 48 horas para confirmar se vai comparecer.

- Dos 360 atendimentos mensais, 60% são destinados a pacientes com indicação médica, idosos ou crianças de até seis anos.