fechar

Casos de leptospirose são comuns em Venâncio

por: Kethlin Meurer
Data: 01/04/2017 | 16:00

A leptospirose é uma doença infecciosa causada por uma bactéria presente na urina de ratos e outros animais, transmitida aos seres humanos principalmente nas enchentes. Em casos graves, pode levar à morte. Embora seja uma doença preocupante, na Capital Nacional do Chimarrão casos de leptospirose são comuns, de acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica e Imunizações de Venâncio Aires, Carla Lili Müller.

Segundo ela, as pessoas precisam ter cuidado e se prevenir, mas a incidência da doença não é motivo de tanta preocupação. 'É uma doença que tem apresentado o mesmo perfil há meses, então não é algo que está fora do normal', comenta.

Em janeiro deste ano, houve 13 notificações, mas, deste número, oito pessoas de fato estavam com a doença. Em fevereiro, foram oito pessoas notificadas, mas cinco apresentaram leptospirose, enquanto que, em março, ocorreram 11 notificações, cinco reagentes e dois exames ainda não retornaram.

Sintomas
e cuidados
Conforme Carla, os sintomas mais comuns da leptospirose são dores nas articulações ou nos músculos, febre alta, fadiga, calafrios, diarreia, náusea ou vômito, escorrimento no nariz. Assim que esses sintomas forem apresentados, a enfermeira aconselha buscar atendimento médico, onde o profissional orienta logo a iniciar o tratamento em caso de suspeita da doença. Este é feito por meio de antibióticos.

Apenas depois de sete dias apresentados os sintomas que o exame de sangue pode ser feito e a coleta é encaminhada para Porto Alegre. Ao retornar, caso o resultado dê negativo, espera-se mais dez dias para ser realizada uma nova coleta de sangue. 'Porque às vezes pode acontecer de dar negativo na primeira e positivo na segunda coleta', complementa.

Carla ressalta que no interior é maior a ocorrência da doença: 'Leptospirose é muito comum para quem trabalha no interior, nas lavouras e galpões, porque a pessoa mexe com material molhado e a urina do rato acaba penetrando na pele e ela se contamina'.
Para evitar a doença é preciso tomar alguns cuidados como evitar lixos ao redor de casa, bem como, alimentos no chão, porque, desta forma, o rato se alimenta dessas comidas e acaba por ficar naquele espaço.

SINTOMAS
Os primeiros sintomas podem aparecer de um a 30 dias depois do contato com a enchente. Na maior parte dos casos, aparece 7 a 14 dias após o contato.

No Brasil, por exemplo, não existe nenhuma vacina contra a leptospirose para seres humanos. Existem vacinas apenas para animais, como cães, bovinos e suínos.