fechar

Recanto Itacolomy investe em construções sustentáveis e que relembram o passado

por: Claudio Froemming
Data: 27/01/2019 | 13:26
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateConstrução rústica tem visual privilegiado para o Itacolomy
Construção rústica tem visual privilegiado para o Itacolomy
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateUma das cabanas fica em meio à mata próximo das piscinas
Uma das cabanas fica em meio à mata próximo das piscinas
Foto: Claudio Froemming / Folha do MatePrimeira cabana rústica construída acabou virando a moradia do casal
Primeira cabana rústica construída acabou virando a moradia do casal
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateCasal proprietários do Recanto Itacolomy Jerry Fabiano e Daiane Haas com o filho João Pedro
Casal proprietários do Recanto Itacolomy Jerry Fabiano e Daiane Haas com o filho João Pedro
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateFogão a lenha e paredes de barro chamam a atenção
Fogão a lenha e paredes de barro chamam a atenção

O balneário Recanto do Itacolomy localizado em Potreiro Grande interior de Passo do Sobrado inovou ao investir em construções sustentáveis e que fazem uma verdadeira volta ao passado. Há três anos o casal de proprietários Jerry Fabiano e Daiane Haas, decidiram iniciar a construção de uma casa de aluguel para os clientes que visitam o balneário.

Porém optaram por fazer a construção de modo sustentável, reaproveitando materiais disponíveis na propriedade, e então, chegaram a um modelo chamado de casa de pau a pique, que eram construções feitas pelos primeiros colonizadores da região há mais de 200 anos. Desta forma começaram a levantar a residência que tem como esqueleto de sustentação, varas de eucalipto. As paredes foram feitas de taquara bambu entrelaçada preenchida de barro.

Daiane chama a atenção para a qualidade do barro a ser utilizado, pois ele deve ter uma mistura exata de argila e areia, para que tenha liga e não rache com o tempo. 'Fizemos vários testes na nossa propriedade e encontramos a terra ideal somente num lugar, sendo que usamos este barro que é preto, nas três construções que fizemos', explicou a proprietária construtora.

O casal destaca que para melhorar a qualidade do barro utilizado foi acrescentado capim, óleo de cozinha reutilizado e esterco de animais, o que ajuda também na impermeabilização das paredes. As portas, janelas e móveis são todos de madeira. A primeira construção foi feita de chão batido e telhado de capim.

MORADIA
O casal conta que quando a primeira construção ficou pronta, eles decidiram por morar nela, ao invés de alugar. Porém ela recebeu duas modificações com o passar do tempo. A primeira foi o assoalho, que recebeu piso com a chegada do filho do casal, João Pedro. E outra foi a cobertura, que recebeu telhas de amianto recentemente, por causa de um temporal que arrancou boa parte da cobertura que era de palha.

'Na semana passada um temporal nos surpreendeu e arrancou a cobertura, e como recolocar este tipo de material é demorado, tivemos que cobrir rápido com amianto, para não molhar os móveis e a parte interna da casa. Foi uma pena, porque gostávamos mais da casa totalmente primitiva', salienta Daiane.

O casal afirma que por ter paredes de barro e capim na cobertura a casa mantinha temperaturas agradáveis o ano todo, sendo mais fresca no verão e menos fria no inverno. As três construções possuem luz elétrica e abastecimento de água com banheiro convencional.

ATRATIVOS
O Recanto Itacolomy conta com área de piscinas, banheiros com acessibilidade, mais de 100 churrasqueiras com mesas em meio à mata nativa, campo de futebol, açudes cercados com animais para visitação, pergolado para fotos, cabanas rústicas, bar, lancheria, área de alimentação ao ar livre e local próprio para acampamentos que conta com disponibilidade de água e luz.

O local apresenta um ambiente diferenciado para os apaixonados pela natureza e a calmaria. Conta também com atrações para quem procura esportes e adrenalina, como caminhadas, escaladas e rapel no morro do Itacolomy.

'O objetivo é oferecer um ambiente de lazer e descanso, valorizando o meio ambiente, um local bonito, acolhedor, onde os visitantes se sintam bem e desejem voltar. As casas rústicas tem chamado a atenção pelo diferencial e por serem sustentáveis, fato que acabou agregando valor às construções', ressalta Daiane. Mais informações podem ser obtidas pelo facebook ou pelo fone: 99616-9895 ou 99784-6376.