fechar

Passo do Sobrado assina termo de adesão ao Sistema de Segurança Integrada do Estado no combate à criminalidade

por: Claudio Froemming
Data: 15/12/2017 | 18:17
Fenachim
Foto: Claudio Froemming / Diego Dettenborn/AI PrefeituraPrefeito Hélio de Queiroz assinou o convênio na presença do governador José Ivo Sartori e do secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer
Prefeito Hélio de Queiroz assinou o convênio na presença do governador José Ivo Sartori e do secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer

Na quarta-feira, 13, Passo do Sobrado fez parte dos oitenta municípios que assinaram o termo de adesão ao Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM/RS), estabelecendo a partir de então uma relação mútua entre as esferas estaduais e municipais.
O ato de assinatura, no Palácio Piratini, contou com a presença do governador José Ivo Sartori e do secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, além de outras autoridades. A integração dos sistemas tecnológicos é um dos carros-chefe do projeto e visa combater a criminalidade e a violência no Rio Grande do Sul.
O chefe do executivo Hélio de Queiroz que representou o município no ato de assinatura comentou a ação dizendo: 'É uma política que muito agrega para Passo do Sobrado. Fazer parte do bolo de municípios integrados nesse sistema é algo que nosso governo pleiteava pela abrangência do programa, tanto no combate quanto na prevenção'.
Queiroz explicou que para implementar o projeto, que entre outros prevê instalação de câmeras de monitoramento nos acessos à cidade, está buscando recursos através de emenda parlamentar, sendo que já existem tratativas neste sentido para o próximo ano, destacou ele.
FUNCIONALIDADE
A troca de informações entre os órgãos de Segurança Pública será feita com base em compartilhamento de bancos de dados e na abertura de canais interinstitucionais permanentes de comunicação. A iniciativa vai contribuir para o aprimoramento da capacidade de pronta resposta e com operações de médio e grande porte.
A parceria fortalecerá os setores de inteligência dos órgãos envolvidos, sendo que o sistema foi proposto ainda a agir nas causas da criminalidade e da violência social. Para tanto, serão elaborados e oferecidos programas de prevenção primária, envolvendo jovens e adolescentes. As principais ações terão foco na prevenção do uso de drogas, combate aos pequenos delitos, estímulo à cultura, esporte e lazer e à criação de redes sociais e de comunicação entre comunidades e microrregiões.

ENTENDA MELHOR: 
*O Sistema de Segurança Integrada com os municípios foi criado a partir da necessidade de unir esforços entre instituições federais, estaduais e municipais e a sociedade civil organizada para o enfrentamento da violência e da criminalidade no Rio Grande do Sul.

*O SIM está calcado em cinco vetores de integração: prevenção; operações; tecnologia; inteligência e informações; ressocialização e sistema penitenciário. O mesmo permitirá ao Poder Público prover melhor atendimento ao cidadão na área da segurança pública, otimizando recursos humanos e materiais, compartilhando tecnologias e informações entre os municípios e o Estado.
*O Sistema de Segurança é um processo contínuo. A estrutura base foi definida pela Secretaria de Segurança Pública, mas segue sendo aperfeiçoada a partir das contribuições dos municípios e das ações bem sucedidas já realizadas em parceria.