fechar

Lideranças buscam apoio do DNIT para reformar barragem de Amarópolis

por: Edemar Etges
Data: 27/01/2018 | 19:41
Foto: Divulgação / Prefeitura de Vale VerdeLideranças de Vale Verde estiveram em Porto Alegre, nesta semana
Lideranças de Vale Verde estiveram em Porto Alegre, nesta semana

A falta de chuva mais forte nos últimos meses, fez com que baixasse o nível do rio Jacuí e, uma das consequências, é que ele não abastece mais as lagoas na região de Monte Alegre. Com isso, os produtores de arroz ficam prejudicados pois não conseguem mais bombear a aguá destas lagoas para irrigarem as lavouras.

Para buscar uma solução e auxiliar os produtores, na manhã da quarta-feira, 24, o prefeito de Vale Verde, Carlos Gustavo Schuch, participou na H Sul, órgão ligado ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), em Porto Alegre, de uma reunião com o coronel Bonetti, responsável pelas barragens no estado. Inicialmente, a intenção foi solicitar que fossem abertas as barragens localizadas no rio Jacuí, acima de Vale Verde, como a de Dona Francisca, por exemplo. Segundo Schuch, o objetivo é aumentar em um metro o nível do rio.

Recursos

O prefeito salienta, porém, que o baixo nível não é provocado somente pela ausência de chuvas e que também está relacionado de forma direta ao mau estado da barragem Amarópolis de Santo Amaro, no município de General Câmara, onde das 44 comportas, 18 estão estragadas, ou seja, simplesmente não fecham mais. Inicialmente, continua Schuch, o DNIT tinha um orçamento de R$ 20 milhões para reformar toda a barragem, enquanto que seriam necessários R$ 30 milhões.

Porém, o Ministério dos Transportes teria, apenas, R$ 6,7 milhões destinados para a reforma da barragem.

Segundo o prefeito, a barragem de Amarópolis interfere em cinco municípios - Vale Verde, General Câmara, Rio Pardo, Minas do Leão e Butiá. "Estes municípios têm interesse que esta barragem seja reformada, além das empresas que extraem areia, pois também precisam do rio navegável", frisa. O coronel se colocou à disposição e se prontificou em ver a possibilidade de abrir as barragens, rio acima, para aumentar a vazão. Porém, a chuva dos últimos dias que foi mais volumosa, já recuperou uma parte do volume do Jacuí.

Além de Schuch, participaram da reunião, em Porto Alegre, os produtores de arroz de Vale Verde Carlos Augusto de Quadros, José Adriano Kroth e Carlos Holzschuch; o presidente do PDT de Vale Verde, Antônio Augusto Pereira Nunes; o vice-prefeito de General Câmara, José Geraldo Diefenthaeler Dias; diretor da Aro Mineradora, Fernando Machado Borges; o representante do Comitê do Baixo Jacuí, Carlos Alberto Kroth, além de Ivan Luiz Zanette.

Reunião dia 5

Prefeito de Vale Verde, Carlos Gustavo Schuch informa que está marcada para dia 5 de fevereiro, às 9h, em General Câmara, uma reunião, em local a ser definido. Formar um grupo para ter força política a fim de liberar o recurso para a reforma da barragem, é o objetivo. Schuh convida todos os produtores de arroz de município para participarem do encontro.