fechar

Comerciante cansado de esperar pelo DAER faz roçadas às margens da ERS 244 em Vale Verde para evitar acidentes

por: Claudio Froemming
Data: 28/03/2019 | 22:10
Fenachim
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateSérgio Dias, João Dick e Gilberto Ávila trabalharam cinco dias inteiros para limpar um percurso da ERS 244 em Monte Alegre
Sérgio Dias, João Dick e Gilberto Ávila trabalharam cinco dias inteiros para limpar um percurso da ERS 244 em Monte Alegre

O comerciante e produtor rural Gilberto Ávila, morador da localidade de Monte Alegre, cansado de esperar pelo Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (DAER), pegou três de seus funcionários e fez por conta própria a limpeza das margens da ERS 244 no percurso entre o acesso ao Balneário Monte Alegre e a divisa com General Câmara.

Ávila disse que o mato estava invadindo a pista de rolamento nos dois lados, fato que estava provocando risco de vida aos motoristas. 'Teve um dia que eu me dirigia sentido Vale Verde/General Câmara e um caminhão que vinha em sentido contrário quase bateu de frente comigo, por estar invadindo minha pista, para não bater nos galhos na lateral da via. Então decidi fazer a roçada por conta própria, antes que uma tragédia aconteça', destacou o comerciante.

Ele disse também que em muitas saídas de estradas rurais para a rodovia, os veículos precisam colocar parte da dianteira sobre a pista, para então poder enxergar o trânsito. 'Esse fato é um risco muito grande para quem quer ingressar e para quem trafega na ERS 244. Por isso fiz também a limpeza das margens da rodovia nas proximidades do Salão Santo Antônio, onde tem três acessos bem próximos um do outro'.

Gilberto Ávila fez ainda a limpeza da frente das terras que arrendou, e mantém sua propriedade e seu comércio como exemplos de organização e limpeza às margens da rodovia em Monte Alegre. 'Muitas vezes não adianta só reclamar, temos que fazer e pronto', finalizou o comerciante.