fechar

Casal produtor de pitaya colhe primeiras frutas em Vale Verde

por: Claudio Froemming
Data: 01/02/2019 | 09:56
Foto: Claudio Froemming / Folha do MatePrefeito Carlos Gustavo Schuch acompanhando a colheita da pitaya
Prefeito Carlos Gustavo Schuch acompanhando a colheita da pitaya
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateWaldir dos Santos Carvalho e sua esposa Marcia Violeta Carrion Carvalho explicando ao prefeito Carlos Gustavo Schuch como acontece a polinização da fruta
Waldir dos Santos Carvalho e sua esposa Marcia Violeta Carrion Carvalho explicando ao prefeito Carlos Gustavo Schuch como acontece a polinização da fruta
Foto: Claudio Froemming / Folha do MateFlor da pitaya se abre à noite e se fecha por volta das 10h
Flor da pitaya se abre à noite e se fecha por volta das 10h

O casal Waldir dos Santos Carvalho e Marcia Violeta Carrion Carvalho iniciaram neste mês a colheita da pitaya plantada há um ano e meio. A perspectiva é de colher 500 frutas, quantidade que deve aumentar para no mínimo 13 toneladas no próximo ano e para o terceiro ano quando as mudas estarão entrando na fase adulta a produção deve triplicar. O casal explica que inicialmente as frutas serão usadas para consumo próprio, mas que a partir do próximo ano serão comercializadas ao preço médio de R$ 5,00 kg, sendo vendidas para o grupo é Grupo Pitaya do Brasil, que garante a compra do produto bem como o assessoramento aos produtores.

Foram instalados na localidade de Dourados, 1.130 palanques que comportam 4.520 mudas, pois cada um tem 4 mudas em uma área de aproximadamente 1,3 hectares. Waldir e Marcia se dizem bem otimistas com a produção e a colheita, sendo que pretendem aumentar a plantação nos próximos anos, chegando a 5 hectares. 'Esperamos colher pelo menos 20 quilos por pé na próxima safra, o que rende o valor investido', explicou Carvalho.

O prefeito Carlos Gustavo Schuch tem acompanhado o investimento do casal nesta produção, que ainda é considerada exótica, e tem auxiliado com cedência de máquinas na propriedade. 'Gostaríamos que outros produtores conhecessem e passassem a produzir a pitaya, pois é uma cultura lucrativa, sem grandes investimentos e cuidados, e é ideal para pequenas propriedades', afirmou o prefeito.

PITAYA
Ainda pouco conhecida dos gaúchos é chamada de a fruta do bem. É considerada uma planta de fácil manejo, sendo rústica, saborosa e muito saudável. São cinco tipos da fruta, sendo a pitaya roxa, pink, amarela, baby e a branca, sendo esta que esta última, atinge tamanhos maiores, pesando de 200 a 800 gramas cada.

Diversos alimentos podem ser feitos da fruta como sobremesas, geleias, sovertes, sucos, espumante e vinho, além de poder ser servida in natura. A Pitaya possui diversos benefícios para a saúde, pois contém vitamina A, B, C, fósforo, minerais, combate os radicais livres, ajuda a evitar o câncer de colo do útero e favorece o emagrecimento por proporcionar sensação de saciedade. Também baixa a glicose e o colesterol ruim e aumenta o bom, entre outros benefícios.

VANTAGENS
A Pitaya é uma cultura de fácil manejo, requer um solo com pH acima de 6, e o produtor que quiser iniciar o cultivo, pode ser com menos palanques e com o tempo ir aumentando. O investimento é considerando razoável, mas o retorno é garantido e o mercado tem recebido muito bem a fruta, que tem cada vez mais procura.