fechar

Estão presos os quatro suspeitos de ataques a dois taxistas, em Santa Cruz e Rio Pardo

O taxista de Santa Cruz faleceu e o de Rio Pardo está na UTI

por: Alvaro Pegoraro
Data: 10/10/2018 | 16:22

Estão presos quatro suspeitos dos ataques a dois taxistas, realizados na terça-feira à noite, em Rio Pardo, e na madrugada do sábado, 6, em Santa Cruz do Sul. As duas ações foram distintas e a vítima de Santa Cruz, identificada como Luciano Kappel, 57 anos, acabou morrendo. O taxista Paulo Antônio de Freitas Rosa, 47 anos, atacado em Rio Pardo, está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Santa Cruz.

Foto: Brigada Militar / DivulgaçãoSuspeitos do crime de Rio Pardo foram presos nesta quarta-feira
Suspeitos do crime de Rio Pardo foram presos nesta quarta-feira

Os suspeitos deste crime são dois jovens, de 19 e 23 anos. Eles foram identificados e presos pela Brigada Militar e confessaram a autoria do crime. Uma adolescente, namorada do mais novo, também foi apreendida. Ela tentava esconder as roupas do rapaz, sujas de sangue, quando foi flagrada pelos brigadianos.

Testemunhas contaram à polícia que na terça-feira à noite Rosa estava em frente ao hospital de Rio Pardo, quando três pessoas entraram no táxi. Por volta das 22h40min, o veículo foi localizado dentro de uma valeta, na contramão, próximo à ponte do Arroio do Couto, na localidade de Portão, no interior de Rio Pardo.

Socorrido pelo Samu, foi encaminhado ao hospital daquela cidade, onde foi submetido a cirurgia. Na madrugada de ontem, foi transferido para o Hospital Santa Cruz, onde passou por novo procedimento e segue internado na UTI. Segundo informações de familiares, Rosa foi atingido por cerca de 20 pontaços de faca, principalmente na região do abdômen. Também sofreu um corte profundo no pescoço.

PRISÕES
Assim que souberam da ocorrência, guarnições da BM de Rio Pardo iniciaram as buscas aos autores do crime. No início da manhã desta quarta-feira, os brigadianos receberam a informação de que um rapaz, de 23 anos, deu entrada no hospital de Rio Pardo com um corte profundo em uma das mãos, alegando ter se envolvido em uma briga durante a madrugada. Questionado sobre o ataque ao taxista, confirmou envolvimento e delatou o comparsa, de 19 anos.

Os brigadianos foram até a casa do indivíduo, que tentou fugir ao ver a aproximação da viatura. Com ele foram apreendidos o rádio roubado do carro do taxista e a faca que provavelmente foi usada no crime. O jovem confirmou a autoria das facadas no taxista. A dupla foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Rio Pardo, onde foi ouvida e depois levada ao presídio daquele município.

SANTA CRUZ
Nesta quarta-feira à tarde, o delegado Luciano Menezes apresentou os dois suspeitos da morte de Luciano Kappel. Gerson Carvalho dos Santos, 27 anos, e Welerson da Silva, 21 anos, confessaram a autoria das facadas no taxista e revelaram que praticaram o crime, pois queriam dinheiro. Menezes disse que o caso estava esclarecido desde a segunda-feira, mas por conta do período pré-eleitoral, a dupla só foi apresentada ontem.