fechar

Em 150 dias, 16 mil multas por excesso de velocidade

por: Alvaro Pegoraro | Edição: Fernando Uhlmann
Data: 10/07/2014 | 08:00

Estatísticas do Departamento de Trânsito do Estado (Detran/RS) revelam que o excesso de velocidade é a infração mais cometida pelos motoristas que circulam pelas rodovias e estradas gaúchas. Na região, a infração também é a mais cometida. Em um dos casos, um motorista foi flagrado a 170 km/h. Enquanto os 'pardais' não voltam a operar, a fiscalização é feita com radares móveis.

Diariamente, por um período que varia de duas a três horas, patrulheiros que atuam nos Grupos Rodoviárias de Cruzeiro do Sul e Santa Cruz do Sul atuam nas rodovias da região. Afora o patrulhamento e abordagens rotineiras, que usam radares móveis para coibir o excesso de velocidade.

Ontem à tarde, por exemplo, em um período de uma hora - em um local onde a velocidade máxima permitida era de 80 km/h -, 33 motoristas foram flagrados em excesso de velocidade em um trecho da RSC-453, em Venâncio Aires. Um deles andava a 104 km/h quando o aparelho o fotografou.

Neste caso, o motorista cometeu uma infração grave (transitar em velocidade acima de 97 e até 120 km/h), perderá cinco pontos no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e terá que pagar multa de aproximadamente R$ 127,69.

Se estivesse transitando em velocidade acima de 121 km/h, a infração era gravíssima. Neste caso, o condutor perderia sete pontos na CNH e pagaria multa de R$ 574,62.
Em uma rodovia onde a velocidade máxima permitida é de 80 km/h e o motorista for flagrado acima de 87 km/h, estará cometendo uma infração média. Neste caso, pagará multa de R$ 85,13 e perderá quatro pontos no prontuário da CNH.

CEM POR DIA

Levantamentos dos grupamentos de Cruzeiro do Sul e Santa Cruz do Sul mostram que mais cem motoristas são autuados por dia nas rodovias da região, principalmente as RSCs 453 e 287.
No trecho sob responsabilidade do grupamento de Santa Cruz do Sul, uma média de 64 motoristas são flagrados por dia pelo radar móvel. Na RSC-453, em Cruzeiro do Sul, a média diária é de 46 infrações.
Desde que estes radares começaram a ser usados, em 11 de fevereiro - amanhã completam cinco meses -, 16.539 condutores foram multados. São 9.738 na RSC-287 e outros 6.801 na RSC-453.
Neste período, um motorista foi flagrado a 170 km/h. A infração foi cometida na RSC-287, na localidade de Linha Hansel.
Desobedecer o sinal fechado ou parada obrigatória é a segunda infração mais cometida no RS.

SINAL DE LUZ

Afora o excesso de velocidade, os patrulheiros rodoviários estão coibindo outra prática comum quando há fiscalização nas estradas: o chamado sinal de luz. Motoristas que passam pelo ponto onde estão os patrulheiros, avisam os demais motoristas, lhes dando sinais de luz.
Pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), esta prática configura crime de grau médio, com perda de quatro pontos na CNH e multa de R$ 85,13.

BR-386

Na terça-feira, durante fiscalização na BR-386, trecho entre Montenegro e Lajeado, o excesso de velocidade também foi a infração mais cometida pelos motoristas. De acordo com o comando da Polícia Rodoviária Federal, 300 condutores foram flagrados pelo radar, dirigindo acima da velocidade permitida.