fechar

Delegado Cano espera pela necropsia para identificar a ossada encontrada em Boqueirão

Polícia também tem o nome do provável autor do crime

por: Alvaro Pegoraro
Data: 13/06/2018 | 07:30  Atualizado: 13/06/2018 | 07:33

Delegado Felipe Staub Cano aguarda o resultado da necrópsia para confirmar a identificação da ossada encontrada segunda-feira à tarde, na localidade de Linha Sete Léguas, interior de Boqueirão do Leão. O titular da Delegacia de Polícia de Venâncio Aires e que responde por Boqueirão também já sabe que a vítima, identificada inicialmente como Ademir Luís Dutra, 35 anos, foi assassinada e quem é o autor do crime. "Ele já responde por uma situação semelhante", revelou.

A ossada foi localizada por uma cachorra, que passou a usar os ossos para alimentar seus filhotes. Na segunda-feira à tarde, o dono da propriedade encontrou um crânio na frente da porta do porão da sua casa e acionou a Brigada Militar. Ele disse que já tinha visto a cadela com outros ossos e então o caso foi registrado na DP de Boqueirão.

Ontem, o delegado Cano e o comissário Carlinho Meneghetti fizeram buscas e encontraram peças de roupas e o restante da ossada. "Estava na mata, às margens da estrada", disse o delegado. A provável vítima é moradora de Venâncio Aires, estava trabalhando naquela localidade e sumiu a cerca de 15 dias.

O delegado Cano ainda não revela o nome do provável autor do crime.