fechar

Com quatro prisões, Polícia afirma ter elucidado assassinato de Júlio Marder

por: Carlos Dickow
Data: 16/02/2018 | 10:19

 

Foto: Divulgação / Polícia CivilTrês envolvidos no assassinato do bancário foram presos na manhã desta sexta-feira
Três envolvidos no assassinato do bancário foram presos na manhã desta sexta-feira

A Polícia Civil de Venâncio Aires encerrou nesta manhã os trabalhos relacionados ao assassinato do bancário Júlio Assmann Marder, morto a golpes de faca na madrugada do dia 27 de outubro do ano passado, aos 58 anos. Marder foi vitimado dentro da residência onde vivia com a companheira, Salete Azevedo, 44 anos, no bairro Aviação. Três participantes no crime - entre eles Salete - foram presos nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 16. Um quarto havia sido detido na sexta-feira da semana passada.

Segundo os delegados Felipe Staub Cano e Vinícius Lourenço de Assunção, responsáveis pela 1ª Delegacia de Polícia e pela Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), respectivamente, e que atuaram em conjunto com o Ministério Público para elucidar o crime, o namorado de uma amiga de Salete foi quem fez contato com o autor do assassinato. Há convicção entre os policiais que o crime foi premeditado, tendo como motivo questões financeiras.

Os três presos hoje já foram para presídios da região. Até o momento, a Polícia Civil não divulgou os nomes dos três outros envolvidos.

A cobertura completa do desfecho do caso pode ser conferida na edição impressa da Folha do Mate deste sábado.