fechar

Cinco acusados de tráfico são presos em flagrante em Venâncio Aires

Ação conjunta cumpriu dez mandados de busca e apreensão

por: Alvaro Pegoraro
Data: 19/11/2014 | 07:53
viabol

Operação da Polícia Civil e da Brigada Militar, desencadeada ontem, em três locais de Venâncio Aires, resultou na prisão em flagrante de cinco pessoas, na apreensão de um adolescente e no recolhimento de drogas, dinheiro e joias. Dez mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Denominada de 'Operação Varejão', o trabalho visava coibir a venda de drogas em menor quantidade. "Aquela venda que provoca um entre-e-sai das casas, incomodando a vizinhança", observa o delegado Felipe Cano. Os policiais cumpriram os mandados nos bairros Coronel Brito e Battisti e no Loteamento Novo Horizonte, que se localiza dentro do Battisti.

Organizados e sob o comando do delegado Cano e do capitão Rafael Tiarajú de Oliveira, grupos de policiais civis e de brigadianos invadiram os locais, previamente estabelecidos.

Em um deles, no bairro Battisti, prenderam Isabel Cristina de Campos, 27 anos, e Alex Luiz Ribeiro, 25 anos. No local também recolheram pedras de crack - uma pesou 48 gramas -, R$ 519 e joias. Entre as peças, correntinhas, pulseiras e muitos aneis de ouro.

Em outro local, no Loteamento Novo Horizonte, foi preso Antelmo Neri Dias, o Novo, 53 anos. Na casa dele foram apreendidas 37 pedras de crack, um celular, uma câmera fotográfica, um notebook e R$ 573.

Outro local onde foi cumprido mandado é na casa onde reside Dário Schabat Machado de Oliveira, 31 anos, na rua José Duarte de Macedo, bairro Coronel Brito. Lá os policiais recolheram 30 pedras de crack, 13 aneis e uma correntinha de ouro, e R$ 777,35.

Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do MatePresos em flagrante foram para o presídio
Presos em flagrante foram para o presídio


Para a polícia, estas joias apreendidas podem ser furtadas ou roubadas e foram trocadas por droga. O delegado Cano espera que as vítimas comparecem na Delegacia de Polícia para tentar identificar as peças de ouro e as demais mercadorias.

A polícia ainda prendeu Cristiano de Souza Dias, conhecido como integrante da gangue dos 'Porto Alegre'. Na casa onde ele mora, na rua Quatro, bairro Battisti, os policiais recolheram 22 pedras de crack, escondidas sobre um roupeiro.

No local, apreenderam um adolescente, de 17 anos. O jovem, que reside em Porto Alegre, disse que a droga era sua e que ele era o responsável pela venda do entorpecente.

Na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), o jovem ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar. A mãe do adolescente veio de Porto Alegre e acompanhou o depoimento que ele prestou ao delegado Vinícius Lourenço de Assunção.

O menor foi liberado, mas terá que ser apresentado no Ministério Público, na próxima semana. Os cinco indivíduos foram autuados em flagrante pelo delegado Vinícius e levados ao Presídio Regional de Santa Cruz do Sul.