fechar

Feira Comercial valoriza o que é de Venâncio Aires

por: Ana Hantt
Data: 22/08/2014 | 17:38
Foto: Arquivo / Folha do MateFeira Comercial será realizada pela nona edição
Feira Comercial será realizada pela nona edição

A partir de hoje, moradores de Venâncio Aires e região podem conferir a diversidade de itens produzidos e comercializados no município. Essa é a nona edição da Feira Comercial, que ocorre entre 22 e 24 de agosto no Pavilhão de Eventos São Sebastião Mártir.

O evento reúne cerca de cem expositores, representantes do comércio, artesanato e agricultura. Para entreter o público, ainda haverá brinquedos infantis, cinema 6D, festival da galinhada e a presença do ônibus da Escola do Chimarrão.

Neste ano, a Feira traz o slogan 'As lojas que você conhece com preços como você nunca viu'. A frase visa traduzir a ideia central do evento: oferecer uma oportunidade para que as lojas possam liquidar suas mercadorias, oferecendo preços especiais e facilitando a reposição de estoque.

A importância dos artesãos em Venâncio Aires

A Feira Comercial é uma forma de divulgar produtos e, dessa forma, conquistar novos públicos. Um segmento forte do município, que gera atenção e curiosidade, é o artesanato. Com um trabalho cuidadoso e que sempre traz novidades, os artesãos possuem reconhecimento e seu trabalho é procurado nas feiras proporcionadas pelo município.

O coordenador do Programa Municipal do Artesanato, Cristiano Kaufmann, explica que os artesãos se organizam através de reuniões periódicas, coordenadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Segundo ele, nesses encontros é feito um calendário de feiras e ações que serão organizadas durante o ano e, a partir disso, tudo é colocado em prática.

Kaufmann relata que hoje no município existem 115 artesãos cadastrados no programa, entretanto apenas 40 participam ativamente. Para quem tem interesse em participar, o coordenador relata que basta ir até a Casa do Artesão e fazer um teste com a coordenadora do local. Após, os trâmites legais para que o artesão consiga a carteira, será encaminhado pela entidade.

A respeito dos produtos produzidos pelos artesão, Kaufmann comenta que são diversos, desde pinturas, habilidades em madeiras, bonecas de pano, crochê e tricô, além de cuias, missangas e bordados. As feiras de artesanato, segundo o coordenador, são momentos de integração entre todos os participantes, onde eles podem aproveitar o local e estrutura disponibilizada pela prefeitura para vender e divulgar os seus produtos.

Para Kaufmann, quando o Programa Municipal do Artesanato foi criado, em 2009, o município deu um passo importante no sentindo de valorizar o trabalho dessa classe. Segundo ele, antes desse programa, haviam artesãos organizados pela Arteva e clubes de mães, mas que com essa oportunidade, muitos passaram a se regularizar.

Para participar da Feira, existem algumas normas a serem seguidas, como por exemplo residir no município e ter a carteira de artesão. O mesmo se equivale para quem quer fazer o cadastro e começar a participar das feiras. O coordenador frisa que a procura por parte dos artesãos vem aumentando e que esse ano, já há o ingresso de seis novos integrantes no Programa Municipal do Artesanato.