fechar

Vendas de peixe movimentam feiras do centro e dos bairros

por: Edemar Etges
Data: 16/04/2019 | 07:00
Foto: Álvaro Pegoraro / Folha do MateCristiano e Hélio Sehn estimam vender mais de 3 mil quilos entre filés e peixe eviscerado
Cristiano e Hélio Sehn estimam vender mais de 3 mil quilos entre filés e peixe eviscerado

'Está tudo pronto. Apenas estamos no aguardo da abertura da feira amanhã à tarde. Os pontos e os preços estão definidos'. A afirmação é do presidente da Associação dos Piscicultores de Venâncio Aires (Apiva), Lauro Kist, ao falar da expectativa da feira do peixe da Semana Santa, que se inicia amanhã, às 14h, e se estende até o meio-dia da sexta-feira, 19, nos sete pontos localizados no centro, nos bairros e no interior.

Kist confirma que a Apiva estima comercializar mais de 13 toneladas nos três dias de feira. O total está um pouco abaixo do vendido na feira do ano passado, quando ultrapassou as 15 toneladas. Segundo Kist, esta procura atesta a qualidade do peixe produzido pelo Apiva, aliada à sanidade e procedência, pois tem o acompanhamento de um médico veterinário, que emite o atestado de sanidade dos açudes. Ele reforça que os consumidores terão à disposição, filés de tilápia e carpa capim e ao gelo e evisceradas todas as espécies de carpa - cabeça grande, capim, húngara e prateada. Porém, filés serão comercializados somente em dois pontos: junto à comunidade Santa Rita de Cássia do bairro Gressler e no prédio da feira da Cooperativa dos Produtores de Venâncio Aires (Cooprova), localizada na esquina das ruas Tiradentes e General Osório, fundos da Prefeitura.

Com os açudes localizados em Vila Arlindo, Hélio Sehn e o filho Cristiano, estão entre os piscicultores que estão efetuando a despesca e filetando os peixes para serem comercializados na feira. Sehn estima comercializar mais de 3 mil quilos entre filés de tilápia e de carpa capim, além de peixes ao gelo e eviscerados, em dois pontos: na comunidade Santa Rita e na feira da Cooprova. O piscicultor tem a expectativa de boas vendas, pois a cada ano, vai aperfeiçoando a produção e o abate no frigorífico, o que garante a qualidade do seu pescado.

ORIENTAÇÕES

Kist reforça o que foi definido durante a reunião da Apiva realizada na noite do dia 5 abril, da necessidade dos piscicultores portarem a Guia de Transportes de Animais (GTA), indispensável para transportar o peixe desde os açudes até o abatedouro familiar de Vila Arlindo ou para a comercialização direta nas feiras (ao gelo ou eviscerados). Antes da emissão das GTAs, há a necessidade do laudo de vistoria dos açudes, que é efetuada pelo médico veterinário Henrique Jacobi, que é o profissional responsável pelos laudos dos açudes da Apiva. Kist solicita ainda aos piscicultores que emitam a nota fiscal desde o abatedouro até os pontos de venda.

Horário

A feira será aberta nesta quarta-feira, 17, às 14h, se estendendo até as 18h; na quinta-feira, 18, funcionará das 8h às 20h e; na Sexta-feira Santa, 19, das 8h às 12h.

Preços

Carpa capim eviscerada - R$ 14 o quilo
Demais espécies de carpa evisceradas - R$ 12 o quilo
Carpa capim ao gelo/eviscerada - R$ 12 o quilo
Demais espécies carpa ao gelo/evisceradas - R$ 10 o quilo
Filé de tilápia - R$ 30 o quilo
Filé de carpa - R$ 25 o quilo

Pontos de comercialização

Comunidade Santa Rita de Cássia - Cristiano Sehn e Mauro Goerck - bairro Gressler
Cooprova - Lauro Kist - Centro - fundos da prefeitura
Agro Comercial CL - Jair Dias de Oliveira - Bela Vista
Maigui Bom - Jair Dias de Oliveira - Bairro Battisti
Bar do Porkinho - Jair Dias de Oliveira - Rua 7 de Setembro
Comercial KS - Cristiano Sehn - Linha Sapé
Auto Elétrica Macedo - Eloir Petry - Entrada do bairro Coronel Brito
Ainda haverá vendas nas taipas dos açudes