fechar

STR completa 57 anos de atividades em Venâncio Aires

por: Edemar Etges
Data: 13/05/2019 | 17:34
Foto: Edemar Etges / ArquivoFM): Fengler: 'Precisamos ficar mobilizados para não perdermos nossos direitos'
Fengler: 'Precisamos ficar mobilizados para não perdermos nossos direitos'

Fundado no dia 13 de maio de 1962, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Venâncio Aires, completa nesta segunda-feira, 13, 57 anos de atividades no município.

Ao trazer um breve sobre a caminhada, o presidente do STR Cláudio Fengler, lembra que por ocasião da fundação, mais de 700 pessoas lideradas pela Igreja Católica, por meio da Frente Agrária Gaúcha, acreditaram que somente unidos poderiam conquistar uma vida mais digna para suas famílias e atenderam ao chamado e se uniram em um sindicato.

Nomes como o Cônego Albino Juchem, Wilibaldo Lenz e seus filho Irineu Lenz, Arthur Finkler, o primeiro presidente da entidade de classe Octávio Adriano Klafke, foram muito importantes, pois o começo foi difícil, de trabalho duro, quando nada se tinha, não havia sede, não haviam, benefícios, nem amparo legal, tampouco organização.

'O sindicalismo era um projeto, uma ideia, uma vontade das lideranças que rodavam pelo interior, nas picadas nas estradas de chão, no lombo do cavalo, buscando difundir a importância da organização entre os agricultores para a busca de melhoria na vida no meio rural', frisa Fengler.

Passados 57 anos, Fengler reforça que o espírito de luta permanece vivo na história do STR, assim como permanece vivo o espírito de liderança dos agricultores que presidiram essa importante entidade como Octávio Adriano Klafke, Aloysius Heinen, Armindo Silberschlag, Aloysio João Siebeneichler, Arsélio Renz, Breno Brandenburg e Elemar Walker. 'O STR sempre teve na sua essência a luta pelos direitos das pessoas menos favorecidas', resume.

'Lutamos pela manutenção dos direitos previdenciários conquistados na Constituinte de 1988. Também lutamos pela valorização da agricultura familiar e pela manutenção das políticas públicas que mantem o homem no campo'.
CLÁUDIO FENGLER
Presidente do STR de Venâncio Aires