fechar

Prefeitura garante que ruas asfaltadas não serão abertas para canalização de esgoto

por: Carlos Dickow
Data: 09/04/2019 | 09:00
Fenachim
Foto: Divulgação / DivulgaçãoNa reunião de ontem representaram a Prefeitura a secretária Jalila e o engenheiro Alexandre Jung; pela empresa que executa as obras esteve presente o engenheiros João Basso e Vinícius; e pela Corsan participaram as engenheiras Luísa e Taís
Na reunião de ontem representaram a Prefeitura a secretária Jalila e o engenheiro Alexandre Jung; pela empresa que executa as obras esteve presente o engenheiros João Basso e Vinícius; e pela Corsan participaram as engenheiras Luísa e Taís

O prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert, disse na tarde de ontem que não pretende autorizar a abertura de ruas centrais que receberam asfalto recentemente para a instalação de galerias da rede de tratamento de esgoto. Wickert, que está na Capital Federal, onde participa da Marcha em Defesa dos Municípios, ressaltou que 'sem a minha anuência, nada será feito'. Ele deve voltar a Venâncio na sexta-feira, 12, quando promete 'estudar caso a caso para ver se realmente há necessidade deste tipo de medida'.

O chefe do Executivo foi contatado pela reportagem da Folha do Mate, que transmitiu preocupação recebida da comunidade, especialmente relacionada à rua General Osório - entre Júlio de Castilhos e Coronel Agra -, onde marcações foram feitas pela empresa que executa as obras de canalização. A comunidade ficou apreensiva justamente pelo fato de um 'asfalto novo' ter de ser aberto. 'Obra que tiver que mexer com rua pavimentada nós vamos dialogar com a Corsan e não pretendo permitir', reforçou Wickert.

Ontem à tarde, a secretária de Planejamento e Urbanismo, Jalila Stahl Böhm Heinemann, se reuniu com representantes da empresa que realiza as obras de canalização de esgoto em Venâncio Aires e também com uma engenheira da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), que espera o avanço dos trabalhos para poder botar em funcionamento a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Morsch.

Jalila confirmou que o projeto que a empresa tem em mãos prevê a abertura do trecho da General Osório, mas já repassou a informação de que nada deve ser executado sem que o Município autorize.

CONTROLE
'Somos nós que autorizamos e controlamos este tipo de obra, por isso temos a tranquilidade de que nada será feito sem nosso conhecimento', explicou a secretária, acrescentando que serão analisadas todas as alternativas possíveis para evitar abertura de ruas já pavimentadas. 'Também é importante lembrar que nem todas as marcações feitas nas ruas são para abertura das vias, pois estão realizando os trabalhos de topografia, para ver situações como caimento e outras questões estruturais', afirmou a titular da pasta.

Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do MateNa General Osório, marcação em vermelho chamou atenção da comunidade, que entrou em contato com a redação da Folha do Mate. Prefeito garante que pavimentação não será aberta
Na General Osório, marcação em vermelho chamou atenção da comunidade, que entrou em contato com a redação da Folha do Mate. Prefeito garante que pavimentação não será aberta

OUTRAS SITUAÇÕES

1 A secretária de Planejamento e Urbanismo, Jalila Stahl Böhm Heinemann, comentou também sobre outras duas situações que renderam preocupação da comunidade nos últimos dias. Ela descartou a possibilidade de reabertura do asfalto na Osvaldo Aranha, entre Jacob Becker e Acesso Grão-Pará, como chegou a ser ventilado extraoficialmente. 'Neste trecho está tudo correto e não precisa abrir. A Osvaldo Aranha precisará de obras na direção contrária, mas isso vamos analisar com calma e informar a população', declarou.

2 Em relação às obras que estão sendo executadas na rua Voluntários da Pátria, por exemplo, o asfalto não é recente e foi necessária a abertura para a passagem da canalização. Jalila lembrou, no entanto, que a pavimentação será refeita e que um caminhão pipa já foi utilizado para lavar os locais onde as obras foram realizadas. 'Há comércio na região e há necessidade de deixar a via em condições. O caminhão pipa também será utilizado na rua 1º de Março, onde também foram realizados trabalhos', comentou a secretária.

3 Jalila ainda esclareceu que, em breve, a rua Tiradentes deve receber obras de canalização de esgoto. Contudo, Prefeitura, Corsan e empresa que executa os serviços já se acertaram para que as obras iniciem somente depois da 15ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim), que tem encerramento previsto para o dia 12 de maio.

'Sabemos que as obras causam transtornos para a comunidade, mas são necessárias para a melhoria da qualidade de vida. A Corsan tem todo um planejamento socioambiental e vai disponibilizar profissionais técnicos que terão contato direto com as pessoas para repassarem informações.'
JALILA STHAL BÖHM HEINEMMAN
Secretária de Planejamento e Urbanismo

Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do MateVoluntários da Pátria foi lavada, para evitar prejuízos ao comércio, e espera por uma repavimentação nos pontos onde foi aberta
Voluntários da Pátria foi lavada, para evitar prejuízos ao comércio, e espera por uma repavimentação nos pontos onde foi aberta