fechar

Carne mais cara, mas o costelão está garantido

Valor aumentou em torno de 20% em relação a 2014, mas a tradição não é deixada de lado

por: Kethlin Meurer
Data: 18/09/2015 | 07:00
Foto: Kethlin Meurer / Folha do Mate Em função do preço da carne, Gervino optou por ainda fazer churrasco, mas compra menos do produto
Em função do preço da carne, Gervino optou por ainda fazer churrasco, mas compra menos do produto

Um churrasco saboroso, para muitos gaúchos, não pode faltar, ainda mais aos domingos. Mas com o aumento do preço da carne em torno de 20% em relação ao ano passado, o desafio encontrado é como gastar menos, mas ainda assim fazer um churrasco com qualidade. Por sua vez, mesmo que o valor do produto tenha se elevado, muitos gaúchos afirmam não abrir mão de, neste domingo, data da Revolução Farroupilha, assar como de costume a carne com o sabor do Rio Grande.

Devido à data comemorativa no domingo, a procura pelo famoso costelão aumentou cerca de 40% no supermercado em que Nadiomar Moresco é sócio-proprietário. Conforme ele, já foram feitas 12 encomendas da carne para o domingo, enquanto nos outros dias, apenas quatro costelões são vendidos por semana. O preço do produto varia de um açougue para outro, mas em média custa R$ 18 o quilo. Embora as pessoas achem caro o preço da carne, o sócio-proprietário diz que elas não deixam de comprar, apenas diminuem a quantidade. 'Antes quem comprava 7 quilos, agora compra uns 4 quilos. A quantidade de clientes não diminui, o que ocorre é que as pessoas compram menos', comenta.

Quem tinha o hábito de fazer um churrasquinho em todos os domingos teve que repensar, e optou por reduzir um pouco o consumo da carne. É o que ocorreu com Gervino Lemes Martins, vendedor, 40 anos. Acostumado a ter sempre um churrasco no cardápio do domingo, agora deixou para fazê-lo apenas duas vezes ao mês. Conta que pesquisa os preços, mas leva mais em consideração a qualidade do produto. O churrasco para cinco pessoas custa hoje, em média, R$ 200 para ele. Valor que antes do aumento do preço era em torno de R$ 125. '

Está tão cara a carne, que antes eu comprava uns 7 quilos, e hoje compro apenas 4 quilos. Antes não tinha problema se sobrava, agora compro para não sobrar.

No domingo, Gervino já tem um cardápio garantido: fará costelão. A carne será comprada no dia, bem cedinho, e na companhia dos amigos e da família passará a data do dia 20 de setembro.

ESTABILIDADE
O açougueiro do supermercado, Everton Reis, destaca que, no momento, o preço dos diferentes tipos de carne está estável: 'Tinha aumentado um tempo atrás, mas agora faz uns dois meses que ficou estabilizado.' Everton não nega o aumento das vendas em função da data comemorativa no domingo: 'As pessoas compram muito mais carne só para comemorar o 20 de setembro. O costelão tem saída, pois vendemos o dobro do que é comum.'

No caso de Alexandre Schlosser, proprietário de uma casa de carnes de Venâncio Aires, a situação não é muito diferente, pois as vendas também aumentam nos fins de semana. Segundo o proprietário, a maioria das pessoas não faz mais churrasco no meio da semana como ocorria. 'Tudo está muito caro e como a carne também não está barata, as pessoas optam por fazerem churrasco apenas nos fins de semana e olhe lá', comenta.

GASTOS DOBRARAM
A aposentada Sônia Wagner, na companhia do filho Guilherme, 19 anos, esteve no supermercado na tarde de ontem e conta que o churrasco é sagrado em quase todos os domingos. Embora irá comprar a carne para o churrasco apenas no sábado, também já pesquisou alguns preços. Sônia ressalta que ela e a família trabalham no ramo da agricultura, e como possuem gado na propriedade, compram carne apenas quando desejam comer alguma que seja diferente do gado. Mesmo assim, a aposentada sentiu a diferença de preço de alguns meses para cá: 'Antes eu gastava R$ 25. Hoje, para comprar a mesma quantidade, eu gasto o dobro.'

O preço do churrasco ficou mais salgado para o consumidor, mas mesmo assim, gaúchos como Sônia e Gervino não abriram mão da tradição. Mas que bá tchê, será que esse danado do preço não vai baixar não?


 QUANTO CUSTA O CHURRASCO ?

De acordo com o sócio-proprietário de um dos supermercados de Venâncio, Nadiomar Moresco, no momento um churrasco do domingo custa em torno de R$ 100 para cinco pessoas. Confira a seguir, através de uma pesquisa feita pela reportagem, o valor aproximado de alguns produtos mais consumidos:

1 quilo de coxinhas: R$ 7
1,5 quilo de costela especial: R$ 30
1,5 quilo de vazio: R$ 30
1,5 de porco: R$ 15
Carvão: R$ 8