fechar

Suporte avançado do Samu volta a ser ameaçado

Questões financeira são apontadas como causa

por: Alvaro Pegoraro
Data: 17/02/2017 | 07:51

Uma conquista que completa quatro anos em julho, pode não fazer aniversário. A Unidade de Suporte Avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) está ameaçada de ter o serviço interrompido, comprometendo uma atividade que beneficia diretamente cerca de 270 mil habitantes, moradores de 11 municípios da nossa região. O impasse acontece por questões financeiras.

Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do MateAmbulância é uma UTI móvel
Ambulância é uma UTI móvel

Administrado pela empresa Medicar Emergências Médicas, da cidade de Ribeirão Preto, São Paulo, o Samu de Venâncio Aires é coordenado por Patrícia Silveira, 36 anos, e conta com seis médicos, sete enfermeiros, quatro técnicos de enfermagem e 11 condutores. Os profissionais têm à disposição três viaturas - uma delas como reserva - em perfeito estado de conservação, sendo que a USA foi adquirida em janeiro de 2016. 'É, literalmente, uma UTI móvel', diz a coordenadora. A outra é uma Unidade de Suporte Básica (USB).

Esta estrutura é responsável diretamente pelo atendimento em todo o município de Venâncio Aires, além de Mato Leitão, Passo do Sobrado e Vale Verde. As viaturas e profissionais do Samu também dão suporte a atendimentos em acidentes nas duas principais rodovias que cortam o município: as RSCs-287 - que faz a ligação entre Santa Maria e Porto Alegre - e a 453, que liga Venâncio Aires a Lajeado, por exemplo.

Afora estes, a viatura da Unidade de Suporte Avançado é usada para fazer o transporte de pacientes às cidades de Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Candelária, Sinimbu, Vale do Sol, Gramado Xavier e Herveiras. Geralmente, estes pacientes são encaminhados a hospitais de Cachoeira do Sul, Canoas e Porto Alegre. Para se ter uma noção da importância do serviço, só no ano passado foram realizados 1.878 atendimentos pelas duas viaturas do Samu. Foram 1.253 feitos pela USB e outros 626 pela USA. 'Além dos atendimentos, a viatura do suporte avançado fez o transporte de 96 pacientes para hospitais especializados, todos com doenças graves, de qualquer natureza', informa Patrícia.

PREOCUPAÇÃO
A possibilidade de cessarem as atividades da USA deixa apreensivos os profissionais do Samu e os quase 270 mil habitantes dos 11 municípios atingidos. Em funcionamento desde o dia 29 de julho de 2013, a USA conta com a melhor viatura entre os municípios consorciados no Cisvale - foi adquirida em janeiro de 2016 -, que ainda abrange Santa Cruz do Sul e Rio Pardo. Já o serviço feito pela USB funciona desde o dia 15 de dezembro de 2010.

NÚMERO 192
Quem necessita um atendimento de urgência deve ligar para o número 192. A chamada será atendida por uma profissional da Central de Regulação, em Porto Alegre, que a repassará para um médico. O profissional fará alguns questionamentos e o encaminhamento necessário, indicando, por exemplo, qual a ambulância que deverá ser deslocada.

O contato do médico é essencial para salvar vidas. O profissional orientará a pessoa a fazer os procedimentos corretos até a chegada dos profissionais do Samu, além de dar um diagnóstico aos colegas que farão o atendimento. 'Ele dá orientações e diz como a pessoa deve proceder, pois em casos de engasgos, por exemplo, a intervenção deve ser imediata, com risco de perda da vida em poucos instantes', observa o técnico em enfermagem Anderson Juliano Schlosser, de 39 anos.

Leia a reportagem completa na edição imrpessa desta sexta-feira