fechar

Servidores do Detran/RS suspendem greve

por:
Data: 01/12/2014 | 17:46

Em assembleia-permanente realizada na tarde desta segunda-feira, 1º de dezembro, os servidores do Detran/RS votaram por suspender a greve-geral até o próximo dia 10, data em que se encerra o prazo estabelecido pelo governo estadual para negociação e encaminhamento de proposta à Assembleia Legislativa que contemple as reivindicações da categoria.

A interrupção da paralisação é condicional ao abono do dia não trabalhado, publicação das promoções e ausência de qualquer tipo de retaliação, sendo considerada um voto de confiança ao governo, em razão da abertura de diálogo conciliatório.

Como o governo sinalizou que nossas colocações serão atendidas, a categoria decidiu acreditar no avanço e seriedade das propostas", avaliou a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran/RS (SINDET), Maria Goreti Alves da Costa.

Porém, em meio às comemorações pelo avanço da negociação, os servidores foram surpreendidos pela informação de que o chefe-adjunto da Casa Civil, Flávio Hellman, que havia recebido o comando de greve pela manhã, foi exonerado da função, sendo designado para o Tribunal Militar, conforme o Diário Oficial do Estado desta segunda-feira.

Foto: Claiton Dornelles / BBC FotografiasEm assembleia-permanente, os servidores do Detran/RS votaram por suspender a greve-geral até dia 10.
Em assembleia-permanente, os servidores do Detran/RS votaram por suspender a greve-geral até dia 10.

A informação chegou a causar desconfiança em relação às tratativas iniciadas com o Piratini. No entanto, por e-mail, o assessor do gabinete da Casa Civil, Fausto Loureiro, ratificou ao SINDET que as decisões tratadas na audiência estavam mantidas por parte do governo gaúcho. Loureiro também participou do encontro desta manhã.

A assembleia-permanente de hoje também decidiu realizar vigília nesta terça-feira, 2, às 16h, na Secretaria Estadual de Administração e Recursos Humanos, quando o SINDET já inicia a negociação juntamente com Detran/RS e Casa Civil.

A pauta de negociação inclui a recomposição do plano de carreira, promoções, progressões, gratificação de examinador e melhores condições de trabalho para os examinadores, como coberturas móveis para proteção do sol e da chuva e banheiros químicos nos locais de prova para habilitação de motoristas.

Também será discutida a equiparação salarial do Detran e Daer, como estava prevista nos acordos assinados em 2011 e 2012. Os servidores seguem em assembleia-permanente, podendo ser convocados a qualquer momento para apreciar o andamento da negociação.