fechar

Práticas simples evitam o desperdício de alimentos

por: Taiane Kussler
Data: 12/02/2019 | 15:00

Há tantas pessoas passando fome e, ao mesmo tempo, tanta comida sendo desperdiçada por aí. O Brasil é quarto maior produtor de alimentos do mundo, produz 25,7% a mais do que necessita para alimentar a sua população. Mas, dessa produção, 26 milhões de toneladas são desperdiçados, o equivalente a 64%.
A perda de alimentos começa desde a produção e se estende à pós-colheita e ao processamento. Muitos dos casos também ocorrem dentro de casa, por meio de hábitos que passam despercebidos e já fazem parte da rotina.
Uma pesquisa sobre hábitos de consumo e desperdício de alimentos, do projeto Diálogos Setoriais União Europeia - Brasil, liderado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) com apoio da Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostrou que, em média, são desperdiçados 353 gramas de alimentos, por domicílio brasileiro, diariamente. Individualmente, a média é de 114 gramas por dia.
De acordo com nutricionista do Programa Mesa Brasil do Sesc, Juliette Carvalho, hábitos simples podem contribuir na diminuição de alimentos desperdiçados e mudar este cenário. Evitar exageros no momento das compras, reaproveitar os alimentos no preparo de alguns pratos, acondicioná-los da maneira correta são algumas das orientações.

Foto: Pexels / DivulgaçãoDica é evitar exageros no supermercado
Dica é evitar exageros no supermercado

CONSERVAÇÃO

Para que os alimentos durem mais, é importante ficar atento ao armazenamento correto e às técnicas de conservação. "Se forem higienizados e secos antes de serem armazenados na geladeira, frutas, verduras e legumes, em geral, duram cinco dias. Com exceção das frutas tropicais, como banana e abacate, que, se forem para a geladeira, vão escurecer", salienta.
Juliette também orienta que, as sobras de alimentos preparados podem ir logo para a geladeira.
Outra dica é organizar a geladeira semanalmente, deixando à vista os alimentos que precisam ser consumidos primeiros e as sobras, pois geralmente elas ficam esquecidas no fundo do refrigerador e acabam estragando.

 


55%
dos alimentos desperdiçados em todo o mundo são frutas e vegetais, conforme a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Foto: Pexels / Divulgação Planejar as compras e organizar a geladeira são formas de evita exageros e o desperdício de alimentos
Planejar as compras e organizar a geladeira são formas de evita exageros e o desperdício de alimentos


'As frutas e legumes 'feios', que geralmente são rejeitados, contêm vitaminas, minerais e outras propriedades. Este ato já é um exemplo de desperdício'.
JULIETTE CARVALHO
Nutricionista do Programa Mesa Brasil Sesc

 

PARA OS ALIMENTOS DURAREM MAIS
1 Não deixe alimentos cozidos por mais de duas horas em temperatura ambiente.
2 Refrigere rapidamente os alimentos cozidos e os perecíveis, preferencialmente abaixo de 5° C.
3 Mantenha os alimentos cozidos quentes (acima de 60° C) até o momento de ser servidos.
4 Não armazene alimentos durante muito tempo. O prazo máximo de consumo do alimento preparado deve ser de cinco dias, mesmo que conservado sob refrigeração.
5 Não descongele alimentos em temperatura ambiente. O descongelamento deve ser efetuado em condições de refrigeração, em temperatura inferior a 5ºC ou em forno de micro-ondas, quando o alimento for submetido imediatamente ao cozimento.
6 Alimentos não devem ser consumidos fora do prazo de validade, pois pode acontecer o crescimento de bactérias patogênicas. Os mais perigosos são leite, embutidos, carnes, maionese.

Foto: Pexels / DivulgaçãoNão deixe alimentos cozidos por muito tempo em temperatura ambiente.
Não deixe alimentos cozidos por muito tempo em temperatura ambiente

Reaproveitamento
Segundo a nutricionista Juliette Carvalho, os alimentos que sobram podem ser reutilizados nas refeições, no preparo de receitas saborosas e fáceis de fazer. Confira algumas sugestões da profissional e saiba como aproveitar essas sobras de comida:
- Arroz - canja, arroz de forno, bolinho de arroz, pizza, usar para engrossar uma sopa
- Feijão - tutu (feijão mexido), sopa, bolo
- Carne - omelete, croquetes, bolinhos, recheio de tortas e pastéis, farofa
- Frango - salpicão, risoto, salada caesar, recheio de tortas e panquecas, patês
- Legumes e verduras - bolinhos, sopas, recheios de tortas e quiches, panqueca
- Peixe - iscas, bolinhos, saladas
- Frutas - bolo, compota, sucos, geleias, batidas
- Pães - pudim, pizza, torradas, farinha de rosca, bruschetta, canapés


Técnica do branqueamento para congelar vegetais
O ato de congelar faz com que os alimentos durem por mais tempo, porque a água presente neles se transforma em gelo, dificultando o crescimento de bactérias e diminuindo as reações químicas. Porém, antes de congelar, a nutricionista Juliette Carvalho indica que se faça a técnica de branqueamento de alimentos. "O branqueamento serve para preservar o valor nutricional dos alimentos, a coloração e o sabor, podendo deixar os alimentos congelados até três meses", explica.
A técnica consiste em cozinhar os vegetais - lavados e cortados em pedaços pequenos - por pouco tempo em água fervente e, em seguida, resfriá-los numa tigela de água gelada. Em seguida, devem ser escorridos e acondicionados em sacos plásticos próprios para culinária, para levá-los ao freezer ou congelador.
Este processo também pode ser utilizado com as frutas mais firmes, como maçã e pera. 'As demais, se tiverem estragando, é indicado fazer a higienização e congelar para ser usadas em sucos, batidas ou smoothie.'

Foto: Pexels / DivulgaçãoUse a criatividade para fazer receitas com alimentos reaproveitados
Use a criatividade para fazer receitas com alimentos reaproveitados

Tempo de fervura
- Um minuto: Vagem, milho, espinafre, mandioquinha, nabo e pimentão.
- Dois minutos: Abobrinha, batata-doce, berinjela, beterraba, abóbora e batata.
- Três minutos: aipo, cenoura, couve-flor, salsão, brócolis, batata baroa.
- Quatro minutos: couve-de-bruxelas e cenoura.