fechar

Associação de catadores busca efetivar construção de pavilhão

por:
Data: 23/07/2014 | 16:13

A construção de um pavilhão, no bairro Battisti é o desejo da Associação de Catadores Vida. A entidade, que através do Projeto Minuano, patrocinado pela Petrobras e conta com o apoio da ONG Planeta Vivo possui catadores de resíduos cadastrados em Venâncio Aires, busca junto à Administração Municipal a legalização do repasse de uma área.

O assunto foi tema de uma reunião na tarde de terça-feira, 22, entre representantes da entidade com o prefeito Airton Artus e o secretário de Meio Ambiente do município, João Stahl. O presidente da associação, Ari Melo, relatou ao prefeito as dificuldades de recolher os resíduos em residências e no comércio local sem ter um local apropriado para o depósito. Outra questão refere-se a um equipamento de prensa, doado pela Petrobras, que está depositado junto ao pátio da Secretaria de Obras, aguardando por um local adequado.

Para Stahl, a destinação de uma área à associação tem por finalidade agregar valor financeiro aos resíduos, que devidamente prensados podem ser vendidos diretamente a empresas da grande Porto Alegre e Serra Gaúcha, eliminando o atravessador. Além disso, tem caráter de inclusão social, pois todos catadores têm nesta atividade a sua única fonte de renda.

O próximo passo é fazer o repasse legal da área à Associação, junto à Câmara de Vereadores, para então ir em busca de recursos a fim de efetivar o empreendimento. A associação planeja a construção de pavilhão de até 800 metros quadrados com recursos de patrocinadores do projeto Minuano. Entre eles está Petrobras.

O deputado Dionilso Marcon, um dos defensores da causa, acompanhou o grupo de catadores na Capital do Chimarrão, com o objetivo de colaborar no andamento do projeto.

 

Foto: Rui Borgmann / AI PrefeituraEm reunião na terça-feira, prefeito garantiu o acerto da doação da área para ser encaminhado à aprovação dos vereadores
Em reunião na terça-feira, prefeito garantiu o acerto da doação da área para ser encaminhado à aprovação dos vereadores

.

 


Fonte: Rui Borgmann/AI Prefeitura