fechar

Verde e amarelo colore o comércio

Na véspera da estreia da Copa do Mundo da Rússia, lojas são decoradas para torcer pelo Brasil

por: Cristiano Wildner e Letícia Wacholz
Data: 13/06/2018 | 09:00
Foto: Letícia Wacholz / Folha do Mate Verde e amarelo não ficou de fora da decoração da vitrine preparada por Maquelli Kist, no centro de Venâncio Aires
Verde e amarelo não ficou de fora da decoração da vitrine preparada por Maquelli Kist, no centro de Venâncio Aires

O Dia dos Namorados nem tinha acabado e muitas lojas já estavam substituindo, na tarde de ontem, a decoração vermelha pelo verde e amarelo. É o que fez a atendente Maquelli Kist, que trabalha em uma loja de aluguel de roupas para festas. Ela selecionou, além de enfeites, dois vestidos longos nas cores do Brasil para decorar a vitrine.

Na véspera da Copa do Mundo, que começa amanhã, estabelecimentos comerciais, desde lojas de roupas, até farmácias e lancherias começaram a decorar os espaços com bandeirinhas do Brasil e artigos nas cores da Seleção Brasileira.

A Copa do Mundo, no entanto, não é vista com expectativa pelos comerciantes, pois não reflete diretamente em aumento de vendas para muitos segmentos. 'Mas o clima é importante para demostrar torcida, a nacionalidade, dizer que somos brasileiros', destaca o vice-presidente da Câmara do Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires (Caciva).

Segundo o empresário, a Copa do Mundo é tida para o comerciantes como um evento de alto risco. 'Ele pode fazer um investimento de alto risco, por exemplo e a seleção cair fora da competição na primeira fase', observa. Bade destaca que a instabilidade econômica também é determinante neste cenário. 'Lembro que anos atrás, era comum o comércio apostar mais na Copa.'

Quem também reforça isso é uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Segundo a entidade, enquanto na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, 50,1% das famílias do país demonstraram interesse em comprar itens relacionados com o Mundial de futebol, este ano, com os jogos marcados para a Rússia e o Brasil passando por dificuldades políticas e econômicas, o percentual caiu para 24%. O chefe da Divisão Econômica da CNC, Fabio Bentes, disse que como a Copa é no exterior e as condições de consumo são menos favoráveis este ano, isso é decisivo para influenciar negativamente na intenção de compra das famílias.

A esperança dos lojistas é que o desempenho da Seleção Brasileira alavanque as vendas com o desenrolar da competição, que começa nesta quinta-feira, dia 14, com o jogo Rússia e Arábia Saudita. O primeiro jogo do Brasil é no domingo, dia 17, às 15h, contra a Suíça.

 

Televisores são os preferidos dos consumidores

Na semana da estreia da Copa do Mundo 2018, as lojas de eletroeletrônicos são as que melhor consolidaram suas estratégias para atrair o cliente. As promoções, características do período que antecede a competição, reforçaram-se neste ano com a mudança do sinal de TV - do analógico para o digital -, o avanço da tecnologia nos aparelhos e as facilidades de compra pelo varejo. Tanto é que o crescimento nas vendas locais nesse segmento chega, em média, a 30%, segundo lojas consultadas pela reportagem.

Com o avanço da tecnologia, as smart TV ganharam mais recursos e funcionalidades, o que aticou a procura por novos produtos. Mais do que reforçarem seus estoques, as estrategias de vendas também variaram. O gerente de uma loja local, Adilson Luis da Silva, informa que a procura é por televisores maiores. Além disso, laçamentos de planos de crediários específicos também garantiram maior procura.

Uma rede de lojas criou inovou na forma de aproximar-se ao cliente. Criou um programa de troca, em que o consumidor leva um modelo de TVs antiga e recebe um desconto, que varia de R$ 100,00 a R$ 1 mil, relacionado ao modelo trazido. Outra estratégia utilizada é uma campanha que propõe ao consumidor trocar o televisor para não relembrar do fatídico resultado da última Copa. 'Aproveitei o momento para atualizar a televisão e assim acompanhar bem próximo os jogos da seleção', afirma Luciano Vargas, de Mato Leitão.

A forma como a transmissão da Copa do Mundo é produzida influencia também no modelo de televisão desejado pelo consumidor, segundo informa o vendedor Luís Gabe. Nesta edição do campeonato, os jogos serão transmitidos na resolução 4k.

Foto: Cristiano Wildner / Folha do MateLuciano e Yanin aproveitaram as promoções nos televisores para renovar o aparelho
Luciano e Yanin aproveitaram as promoções nos televisores para renovar o aparelho