fechar

Ex-prefeito de Rio Pardo assumirá como secretário no governo de Jair Bolsonaro

Maior meta, a curto prazo, de Fernando Schwanke, em Brasília, é trabalhar pela descriminalização da cultura do tabaco

por: Cristiano Wildner
Data: 13/12/2018 | 19:00
Foto: Divulgação O nome de Fernando Schwanke foi anunciado ontem em Brasília
O nome de Fernando Schwanke foi anunciado hoje em Brasília

O ex-prefeito de Rio Pardo, Fernando Schwanke (MDB) será o novo secretário da Agricultura Familiar e Cooperativismo do governo de Jair Bolsonaro. O nome do político foi anunciado hoje, dia 13, pela futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em encontro com o presidente da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, Heitor Schuch (PSB).

Em entrevista à reportagem da Folha do Mate, Schwanke destacou que seu maior objetivo, a curto prazo, será trabalhar pela descriminalização da cultura do tabaco. 'Este governo e a própria ministra tem como meta incentivar os processos de integração e trabalhar a favor da nossa agricultura, independente do tamanho do agricultor e da cultura. Se a cultura é legal vamos incentivar', afirmou. Ele acrescenta que o próximo governo estará muito mais alinhado às políticas de mercado do que a ideologias. 'Nossa relação com a indústria do tabaco será baseado no desenvolvimento regional', apontou.

DIVERSIFICAÇÃO

A questão da diversificação e a própria potencialização de centros tecnológicos será uma das áreas que Schwanke quer observar com bastante afinco. 'Quero também ver se na próxima edição da Expoagro Afubra, tida como uma das maiores feiras voltadas à agricultura familiar do país, consigo ir acompanhado da ministra e deputada federal do Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina', disse. A 19ª Expoagro Afubra ocorre de 26 a 28 de março, em Rio Pardo.

O futuro secretário também elogiou o novo governo por reunir todos os assuntos e temas ligados ao setor primário em um único ministério. 'Sem ideologia, mas tratando a produção da mesma forma', resumiu.

CARREIRA 

Schwanke já havia sido anunciado como membro da equipe técnica para transição do governo Bolsonaro no Ministério da Agricultura. Ele é engenheiro florestal e atua como consultor nacional do Sebrae para certificações e consultor da Organização das Nações Unidas para a Agricultura (FAO). 'Essa minha experiência nacional junto ao Sebrae foi importante para a minha indicação. Como consultor atuei em quase todos os estados brasileiros', avalia o ex-prefeito.

Ele também foi o responsável pela implantação do Centro Tecnológico Vocacional (CVT) em Rincão Del Rey, no interior de Rio Pardo. Além de ter comandado o município de Rio Pardo por quatro anos,também fi secretário da Agricultura em Santa Cruz do Sul e também de Rio Pardo.