fechar

Concorrência acirrada no setor de ataque

Atacante Felipe Tchelé pode ser uma das boas surpresas no ataque do Guarani nesta fase decisiva, porém, concorrência é enorme

por: Rui Borgmann
Data: 19/04/2019 | 10:00
Foto: Rui Borgmann / InVoga/Folha.
Felipe Tchelé disputa vaga no ataque rubro-negro

Um dos reforços contratados pelo Guarani para a disputa da Divisão de Acesso é o atacante Felipe Tchelé. Ele chegou há cerca de 35 dias no Edmundo Feix e recebeu esporádicas oportunidades do técnico Leocir Dall"Astra, com quem já trabalhou no Ypiranga de Erechim. Sem suas melhores condições físicas após cumprir passagem pelo campeonato paraibano, atuando pela Campinense, o atacante está praticamente 100% com a forma física e espera ajudar o Guarani nesta fase do mata-mata.

Tchelé entrou no decorrer do segundo tempo no lugar do centroavante Índio e contribuiu para a vitória por 3 x 0 sobre o Farroupilha, que garantiu a vaga para enfrentar o Igrejinha. Os 24 minutos foram suficientes para empolgar o técnico Leocir, que ganha mais um reforço no concorrido setor de ataque. 'O Tchelé entrou bem no último jogo, certamente vai nos ajudar nesta reta final', avaliou Leocir.

Jogador veloz e que joga pelo setor esquerdo de ataque, Tchéle tem 28 anos e já passou por Avenida, São Gabriel e Ypiranga, clubes que disputaram a mesma competição em busca do acesso. O atacante tem por objetivo trabalhar para receber mais oportunidades. 'Temos um grupo de qualidade onde a concorrência é sadia. Quem escolhe é o Leocir, mas espero estar em campo, seja como titular ou entrando no decorrer da partida', enfatiza.

O atleta diz que sempre marcou gols em todos os clubes que atuou e espera balançar as redes também com a camisa do Guarani. 'Nosso grupo é muito bom, nosso ambiente é muito bom. Que a gente consiga nosso objetivo que é o acesso', completa. O Guarani viaja hoje à tarde para Igrejinha, onde enfrenta o adversário de mesmo nome pela fase de quartas de final, neste sábado, às 16h.