fechar

Assoeva vence a Assaf e está de volta ao topo da tabela

por: Vanessa Behling
Data: 17/04/2014 | 23:18

'Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.' O ditado popular resume o que foi o clássico regional na noite de ontem no Poliesportivo, em Venâncio Aires. Com vitória da Assoeva/Unisc/ALM/Venax de 3 a 0 em cima da Assaf, de Santa Cruz, o time de Venâncio reassume o topo da tabela do Campeonato Estadual de Futsal Série Ouro.
A equipe venâncio-airense entrou em quadra com mudanças. Sem Genaro, Rômulo, Dario, Tostão e o técnico Fernando Malafaia, expulso no último jogo, a equipe superou as ausências, assim como o time invicto de Paulinho Rocha.

Foto: Vanessa Behling / Folha do MateAssoeva precisou de paciência para furar o bloqueio imposto pelo adversário
Assoeva precisou de paciência para furar o bloqueio imposto pelo adversário

Os dois tempos foram distintos. Na primeira etapa a Assoeva atacou muitas vezes, principalmente com o pivô Flávio. Mas as chances criadas paravam na muralha montada pelos visitantes, que fecharam a defesa. Faltando três minutos para o fim da partida, veio o sinal de que o gol que abriria o placar estava próximo. Num contra-ataque Renatinho, de perna canhota, mandou um forte chute em gol que bateu na trave.

Quando marcador apontava um minuto para o término da etapa inicial Fuste tentou a conclusão chutando forte de bico, mas a bola passou pela lateral do gol defendido por Fiúza. Os visitantes encontraram muitas dificuldades por toda a etapa para chegar ao gol de Bazílio. Aos donos da casa restou ir ao vestiário, no intervalo, e qualificar a finalização para assegurar os três pontos perante a Febre Amarela.

No retorno para o segundo tempo os minutos passavam e o jogo se tornava cada vez mais amarrado. Mas, faltando 11 minutos para o fim da partida, o nome do jogo, Fuste, recebeu e de perna direita chutou forte e rasteiro em gol, não dando chances ao goleiro para defender o que foi o 1 a 0.

O torcedor ainda comemorava quando Daniel, ampliou em 2 a 0. O gol saiu em uma jogada coletiva, de pé em pé, e restou para Renatinho, com habilidade, dar uma cavadinha na bola e mandá-la para os pés de Daniel, que estava dentro da área e teve o trabalho de concluir.

Precisando se abrir e partir para o ataque, o técnico Paulinho Rocha apostou em Tevez como goleiro linha, faltando seis minutos para o fim da partida Apesar da postura ter mudado um pouco, a Assoeva seguiu criando oportunidades. E com isso, aos 15 minutos de jogo, Fuste fechou o placar em 3 a 0, ao cobrar falta em frente a área e mandar um petardo direto para a rede. Faltando dois minutos para o fim, uma pequena confusão ainda se formou na quadra envolvendo o jogador Tapejara da Assaf, o qual o torcedor da Assoeva pediu a expulsão, mas o lance acabou em cartão amarelo. Sem tempo para mais nada, os atletas da Assoeva comemoraram a vitória.