fechar

Aguerrido, Guarani se classifica à semifinal da Copa Fernandão

por:
Data: 11/09/2014 | 23:04

Mais um capítulo vitorioso foi escrito na história do Guarani na noite desta quinta-feira, 11. O jogo de volta das quartas de final da Copa Fernandão, na Boca do Lobo, em Pelotas, foi sofrido, mas com competência, o rubro-negro conseguiu o placar necessário que o garante nas semifinais da competição. O empate em 2 a 2 foi desenhado em 90 minutos de uma partida de 'grandes' do futebol do interior do estado.

Como na partida de ida, em Venâncio na quarta-feira, 3, o rubro-negro havia empatado sem sofrer gols, a equipe de Fabiano Daitx avançou às semifinais com mais este empate. Mas o resultado não foi conquistado de maneira fácil. Sabendo das dificuldades que encontraria pela frente, o Guarani começou com uma proposta mais defensiva, com três volantes.

Mas foi o rubro-negro que criou as primeiras oportunidades com William Ribeiro e também Matão, que fizeram boas jogadas que quase culminaram no primeiro gol rubro-negro, nos primeiros minutos de jogo. A equipe da casa apenas se defendia.

E foi no contra-ataque aliada a falhas dos jogadores do Guarani, que não impediram a jogada, que a equipe da casa abriu o placar aos 33 minutos. Claytinho arrancou em alta velocidade para o ataque e viu entrar pela direita Márcio Gabriel, que recebeu e mandou um chute cruzado e a bola morreu no fundo da rede, 1 a 0. 

Com o gol, o time de Venâncio acabou se abatendo e caiu de rendimento. No último minuto da etapa inicial, o Guarani ainda criou uma grande chance de empatar. Em boa jogada de ataque, Gelson conseguiu encontrar espaço entre a saga do time áureo cerúleo e concluiu no poste direito. No rebote Matão mandou para fora. 

No intervalo, o técnico Fabiano Daitx ressaltou que seria necessário manter o controle do jogo e buscar o gol da classificação. Mas a equipe não conseguiu repetir a boa atuação apresentada no início da partida.

Tão logo, aos oito minutos, o time da casa ampliou. Na bobeira da defesa, Jéferson dominou, deu o passe entre a defesa e Feliphe conseguiu buscar o lançamento, que chutou rasteiro, ampliando em 2 a 0.

A reação rubro-negra
Com o gol, o comandante do Guarani mandou a campo mais um atacante. Paulinho entrou na vaga do volante Henrique, reforçando o setor ofensivo para buscar pelo resultado.

Com isso, o Guarani cresceu na partida. Aos 20 minutos Paulinho conseguiu chegar bem e criou a oportunidade de gol ao partir pela direita e mandou a bola para o fundo da rede, mas a arbitragem marcou o impedimento.

Mas a esperança do time persistiu e aos 25 minutos, Matão descontou. Carlinhos cobrou escanteio e o centroavante, no meio da área, girou e chutou no canto esquerdo, descontando em 2 a 1.

Foto: Carlos Queiroz / Diário PopularMatão marcou o primeiro gol do Guarani aos 25 minutos do segundo tempo
Matão marcou o primeiro gol do Guarani aos 25 minutos do segundo tempo

O gol de empate do rubro-negro veio aos 34 minutos. Em jogada individual pela direita, Paulinho se desvencilhou da defesa puxando a bola para a perna direita e chutou rasteiro despretensiosamente e ela morreu no fundo da rede, igualando o placar em 2 a 2.

Aos 43 minutos, Luis Felipe que havia acabado de ingressar em campo acabou dando um carrinho no adversário e foi expulso, deixando o time índio com um a menos. Já nos cinco minutos de acréscimo, o time da casa ainda reclamou de um pênalti não marcado. No lance seguinte, o zagueiro Márcio Nunes ainda tirou uma bola que estava indo balançar a rede defendida por Rodrigo, mas o placar não se alterou mais e a classificação rubro-negra à semifinal foi comemorada ao apito final na Boca do Lobo.

FICHA TÉCNICA

Pelotas (2): Matheus Cavichioli, Márcio Gabriel (Carlos), Pedrão, Gasparetto, Thiago Gaúcho (Cléber), Fábio, Claytinho, Escobar, Feliphe (Léo), Jeferson Luis e Hélton. Técnico: Julinho Camargo.

Guarani (2): Rodrigo, Tinga, Carlão Farias, Márcio Nunes, Henrique (Paulinho), Alê, Gelson, Anderson Feijão, Matão, Rafael Bitencourt e William Ribeiro (Carlinhos(Luis Felipe)). Técnico: Fabiano Daitx.

Arbitragem
Luis Teixeira Rocha auxiliado por Júlio César Barcelos Rodrigues e Michael Stanislau.

Cartões amarelos: Henrique e Carlão Farias, do Guarani. Feliphe e Gasparetto, do Pelotas.
Cartão vermelho: Luis Felipe

Local e data
Estádio Boca do Lobo, Pelotas/RS. Quinta-feira, 11.


Semifinalistas

- São José
- Lajeadense
- Inter
- Guarani
*Sorteio que definirá os confrontos será na tarde desta sexta-feira, 12, a partir das 15h na sede da Federação Gaúcha de Futebol, em Porto Alegre.

Foto: Carlos Queiroz / Diário PopularEm jogo difícil, Guarani conseguiu passar, pela segunda vez, pelo Pelotas na Copa Fernandão
Em jogo difícil, Guarani conseguiu passar, pela segunda vez, pelo Pelotas na Copa Fernandão