fechar

Medicina Veterinária: até o fim do ano, Unisc quer concluir estudos para implantação do curso

por:
Data: 23/10/2015 | 07:07

Prevista no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) para o período de 2013 a 2017, a implantação do curso de Medicina Veterinária no campus de Venâncio Aires se encontra na fase de levantamento das necessidades laboratoriais para cada disciplina do curso.

De acordo com o vice-reitor da universidade, Eltor Breunig, a meta é concluir os estudos até o final do ano.'Para a elaboração do projeto, foi constituída uma comissão integrada por representante da Pró-Reitoria de Graduação, dois docentes da área e um profissional médico veterinário indicado pelo Município de Venâncio Aires.'

Concluída essa fase, ele explica que a proposta passa pelas instâncias internas (conselhos) da universidade. 'Precisaremos estudar a melhor forma de conveniar com o Município para, então, protocolizar o pedido de autorização do curso perante o Ministério da Educação, visto que a autonomia da universidade para a oferta de novos cursos é limitada a sua sede, razão porque a oferta de cursos fora da sede necessita de prévia autorização.'

RITMO REDUZIDO

Breunig salienta que a retração decorrente da atual situação econômica do país não provocou a paralisação de investimentos na Unisc, mas fez sim que se reduzisse um pouco o ritmo das ações. 'Todavia, o projeto do curso de Medicina Veterinária, como já dito, está em pleno andamento.'

Ele destaca os impactos das mudanças ocorridas no programa do governo federal de financiamento estudantil, o Fies, de 2014 para 2015. 'As novas regras introduzidas para o segundo semestre de 2016 praticamente inviabilizaram o acesso a ele, de modo que as instituições precisam buscar alternativas visando à atração e manutenção de estudantes. No caso da Unisc, foi reinstituído o CrediUnisc, programa próprio de financiamento ao estudante, mas que, por razões econômicas, possui um limite.'

Segundo o vice-reitor, a retração nas possibilidades de financiamento aos estudantes implica redução de ingresso de recursos financeiros. 'Mas a Unisc procura, de todas as formas, viabilizar o acesso e a manutenção dos estudantes, seja via bolsas, como as do ProUni e também bolsas de pesquisa, extensão e ensino, com recursos próprios ou de órgãos de fomento, seja oportunizando práticas de estágio não obrigatório, remunerado.'

Para a viabilização do curso em Venâncio Aires, menciona a necessidade de considerável aporte de recursos financeiros para compor a necessária estrutura, que inclui laboratórios e clínicas. Também cita a importância de haver parcerias, especialmente com a municipalidade.


 

 

Município quer atrair novos
estabelecimentos de ensino


A Prefeitura de Venâncio Aires demonstra interesse em atrair novos estabelecimentos de ensino para o município.

Segundo o prefeito Airton Artus, contatos têm sido feitos em nível de bastidores. Se surgir algum projeto de grande porte por parte de alguma universidade, disse que a intenção é viabilizar o investimento por meio da criação de mecanismos de incentivo, como a doação de áreas de terra, disponíveis nos bairros Universitário e Bela Vista.

De acordo com o secretário municipal da Educação, Émerson Eloi Henrique, ainda não há nada de concreto, mas ele reforça que a intenção é contar, no futuro, com novos estabelecimentos de ensino, que sejam capazes de trazer avanços semelhantes aos oportunizados pela instalação do IFSul e da Unisc em Venâncio Aires.

Além de atrair novos estabelecimentos de ensino, o prefeito de Venâncio Aires disse que o Município estava aguardando um posicionamento da Unisc em relação ao projeto de implantação do curso de Medicina Veterinária junto ao campus local.