fechar

Quando a paixão pela música vem de berço e se perpetua

por: Carolina Schmidt
Data: 11/10/2015 | 13:00

O jovem Jessel Souza, 17 anos, que conclui o Ensino Médio no próximo ano, começou a sua história com a música ainda na infância. O incentivo para cantar a tocar instrumentos musicais veio de berço, pois o pai e os avós eram músicos. 'Além de eu ser incentivado, sempre tive vontade de aprender.'


O primeiro estilo que aprendeu com a família foi o nativista, sertanejo e música gaúcha. Aos quatro anos, ele cantou a primeira canção na rádio. Aos sete anos, passou a participar de festivais com o violão. Depois, entrou para a banda da Escola Estadual de Ensino Médio Monte das Tabocas. Tocou flauta, trompete e trombone onde ficou por oito anos.

Foto: Cléo Henn / DivulgaçãoDesde 2013, Jessel é vocalista da banda
Desde 2013, Jessel é vocalista da banda 'Mother Sin'

A experiência contribuiu para que ele ingressasse na Orquestra Municipal, grupo que está desde 2009. 'Quem é músico precisa conhecer e tocar os diferentes estilos e não eleger um só. Música é diversidade, é vida. E a partir do conhecimento dos diferentes estilos, forma-se a carreira de cada um.'
Como a paixão pela arte aumentou ao logo dos anos, na adolescência, Jessel foi apresentado para o estilo 'Rock and Roll'. Depois de ter algumas bandas, desde 2013 é vocalista do 'Mother Sin'. 'Estou aprendendo muito com eles.' O quarteto gravou algumas músicas próprias e, segundo Jessel, o lançamento está previsto para o fim do mês de outubro. Além de Venâncio Aires, a banda já se apresentou em Santa Cruz do Sul, Lajeado, Encantando e Novo Hamburgo. 'Pretendo seguir nessa carreira que me move.' Entre as principais influências para a banda, estão 'Guns N' Roses, Kiss e Extreme. Para a vida de músico, em primeiro lugar estão o pai e o avô.

Jessel destaca que a música está em todos os lugares e momentos. 'Tudo é música, se batermos as mãos produz um som que é música. Isso é vida e não consigo me ver fazendo outra coisa. É o que busco, sempre com o coração e os pés no chão.'

'A música é tudo, e é o que busco sempre',
Jessel Souza, vocalista