Folha no Ar Terra
Opinião

A ferocidade da imprensa

por: Sérgio Klafke
Data: 22/03/2019 | 01:10

O fenômeno da investida sem trégua da grande imprensa contra o Governo Bolsonaro intriga. Trabalho com a relação imprensa x governo, em nível municipal, por 40 anos. Fiz muitas criticas, cobranças, elogios, tendo sempre como régua o interesse da comunidade.
Os 16 anos de costumes de jornalistas e veículos com o jeito PT de lidar com essa relação e até os oito anos da FHC, provocaram esse verdadeiro levante nacional.
Além da mudança ideológica, de muitos anos de governos de esquerda, para um governo de direita, encontro um outro fato que pode explicar os ataques; os gastos dos governos com publicidade. Existem dados disponíveis desde 2000.
Nos seus três últimos anos, FHC gastou 4,1 bilhões. Lula subiu a conta e no primeiro governo gastou R$ 5,9 bilhões. No segundo R$ 7,3 bilhões, somando R$ 13,2 bilhões. Chegou Dilma e gastou mais ainda. Foram R$ 9 bilhões no primeiro governo. Nos quase dois anos, 2015/2016, do segundo governo, foram mais R$ 3,6 bilhões. Temer gastou mais R$ 3,4 bilhões em 2017 e 2018, somando R$ 7 bilhões.
Desde 2000 a soma é de R$ 33,3 bilhões em publicidade. Só a Globo levou R$ 7,4 bilhões. Para 2019 o Congresso aprovou R$ 150 milhões de gastos em publicidade no governo Bolsonaro.
Não se pode balizar o jornalismo pelos cifrões. É desrespeito com a audiência.

 

Notinhas

por: Sérgio Klafke
Data: 22/03/2019 | 01:02

* Prisão de Michel Temer o vice de Dilma, que assumiu depois do impeachment era 'fava contada'. Vai fazer companhia à Lula. Dilma sem demora também vai.

* Debate sobre o Calçadão converge para unanimidade de que é preciso fazer algo. Empresários querem retirada pelo menos das árvores do lado esquerdo descendo a Osvaldo Aranha e ampliação da rua para tráfego de dois carros paralelos e mais estacionamento. O Governo Giovane tem projeto de rua coberta. Penso que o ideal seria conciliar as duas propostas.

* Reportagem da Folha sobre o aumento dos servidores municipais na terça, mostra a situação na região e faz uma outra constatação, a relação área geográfica, população e número de servidores municipais. Venâncio tem 70 mil habitantes em 773 km2 e 1,3 mil servidores públicos. Lajeado tem 80 mil habitantes em 90 km2 e 2,1 mil servidores. Santa Cruz tem 130 mil habitantes em 142 km2 e 3,6 mil servidores. Na proporção, Santa Cruz tem um servidor para cada 36 habitantes, Lajeado um para cada 38 habitantes e Venâncio um servidor para cada 54 habitantes.

 

Do Twitter

por: Sérgio Klafke
Data: 22/03/2019 | 01:01

* Estadão: Temer é preso na Operação Lava-Jato.

* Exame: Organização chefiada por Temer desviou R$ 1,8 bilhão em propina, diz MPF.

* Folha S. Paulo: Minutos antes da prisão, Temer perguntou por que 'havia tanto jornalista' na porta de sua casa.

* Estadão: Contas de luz terão redução média de 3,7% em 2019 após Aneel quitar empréstimos a distribuidoras.

* Gaucha/ZH: Leite prevê passar todas as rodovias da EGR à iniciativa privada em dois anos.

* Folha S. Paulo: Previdência: Proposta para militares prevê economia líquida de R$ 10,45 bilhões em 10 anos.

* IstoÉ: Ibope: taxa de ótimo do governo Bolsonaro cai 15 pontos desde janeiro.

* O Globo: 'Vamos assumir nossa condição de país grande', afirma chanceler sobre renúncia a tratamento diferenciado da OMC.

* Veja: Imprensa dos EUA vê Bolsonaro como reflexo no espelho de Trump.

* Exame: Trump diz que usa o Twitter para evitar a mídia corrupta e desonesta.

* Folha S. Paulo: Senador Jorge Kajuru diz que Gilmar Mendes vende sentenças e ministro pede providências ao STF.

* Merval Pereira: Bolsonaro parecia uma criança feliz na Disney.

 
Páginas:
12345...Próximo
PERFIL

Sérgio Klafke


Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, com formação em Ciências Econômicas e registro de jornalista profissional provisionado, tem a vida de trabalho toda ligada ao jornal. Iniciou em julho de 1973, com 12 anos, quando a Folha do Mate tinha nove meses de circulação, como entregador de jornal. Nestes já 40 anos de Folha, atuou em todos os setores. Foi repórter, contato publicitário, diagramador, editor, coordenador comercial e diretor. Como colunista político nas últimas décadas, centra suas ações em palavras de apoio à todas as boas iniciativas e de cobrança àquilo que entende não estar correto.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS