Folha no Ar Terra
Opinião

Dia de greve contra reformas

por: Sérgio Klafke
Data: 28/04/2017 | 01:05

O Brasil vive hoje, dia de trabalho, uma greve organizada por centrais sindicais, paralisação que também está sendo convocada em Venâncio e que tem como propósito o protesto contra as reformas trabalhista e da previdência, que estão sendo propostas pelo governo. A reforma trabalhista foi aprovada na quarta-feira na Câmara dos Deputados por 296 votos a favor e 177 contra. Ela modifica pontos da legislação, que tem 60 anos. A reforma também termina com a obrigatoriedade do imposto sindical. Pela nova regra, contribui para o sindicato da sua categoria o trabalhador que quiser.
Em Venâncio o protesto será hoje a tarde, na Travessa São Sebastião, defronte a Matriz, coordenada pelo comitê suprasindical, integrado por sindicatos urbanos e rurais. As maiores escolas estaduais também não vai ter aula.
Entidades patronais contestam o fato da greve ser marcada para uma sexta-feira, véspera de feriado de 1º de maio, segunda-feira, criando um feriadão de quatro dias, e um enorme prejuízo ao país, que paralisa sua produção em tempos de extremas dificuldades das empresas e desemprego crescente.
São as diferenças dos protestos contra a roubalheira no governo, que terminou com o impeachment da Presidente Dilma no ano passado, sempre realizados nos domingos, e os protestos sindicais de agora contra as refrormas, sempre realizados em dia de trabalho.

 

Notinhas

por: Sérgio Klafke
Data: 28/04/2017 | 01:03

* A Administração Municipal Giovane Wickert (PSB) - Celso Krämer (PTB) realiza neste sábado a segunda edição do projeto Pé na Estrada, onde a Prefeitura vai às comunidades. A primeira etapa foi dia 4 de março, no bairro Coronel Brito. Neste sábado, 29 de abril, acontece a primeira edição no interior; a Administração vai estar em Santa Emília, no ginásio Luizão, para receber as comunidades do 4º Distrito.

* Reunião realizada na Escola Crescer na terça-feira para tratar da insegurança de pais, alunos e da comunidade, com a violência naquela área, busca apoio das forças policiais e do poder público. Desgostou os moradores o atraso do prefeito Giovane. A reunião foi marcada para 18h e ele chegou 19h10min. Os atrasos do prefeito Giovane em compromissos já é comentário regional. Dia desses falei com o prefeito sobre isso; ele argumenta a quantidade de compromissos para os atrasos.

* Guarani cedeu o empate no final do jogo contra o São Gabriel na quarta, no Edmundo Feix. Segue em terceiro, mas desperdiçou dois pontos preciosos. Segunda-feira joga na Boca do Lobo contra o Pelotas e depois em casa, contra o lanterna Santa Cruz decidindo classificação.

 

Do Twitter

por: Sérgio Klafke
Data: 28/04/2017 | 01:01

* Folha S. Paulo: Temer cortará ponto de quem faltar ao trabalho para participar de greve.

* Estadão: Com greve, Doria oferece Uber e táxi para que funcionários da Prefeitura não faltem.

* Exame:Reforma trabalhista deve mudar cenário para sindicatos

* Veja: Reforma da Previdência deve ser adiada, diz presidente da Câmara.

* Senado Federal: O senador Paulo Paim (PT-RS) foi escolhido para presidir a CPI da Previdência, aberta a partir de requerimento de sua autoria.

* Folha S. Paulo: Executivos dizem que reformaram tríplex para Lula a pedido de Pinheiro.

* Estadão: Para 'evitar vazamentos seletivos', Lula quer transmissão ao vivo de seu depoimento a Moro.

* O Globo: PT quer transformar em evento depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro.

* Estadão: PT já cogita eleição sem Lula como candidato.

* Cristian Deves: Greve Geral contra um Governo e um Congresso corrupto. Parabéns. Mas onde este pessoal estava quando Lula e cia roubavam e compravam os deputados?

 
Páginas:
12345...Próximo
PERFIL

Sérgio Klafke


Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, com formação em Ciências Econômicas e registro de jornalista profissional provisionado, tem a vida de trabalho toda ligada ao jornal. Iniciou em julho de 1973, com 12 anos, quando a Folha do Mate tinha nove meses de circulação, como entregador de jornal. Nestes já 40 anos de Folha, atuou em todos os setores. Foi repórter, contato publicitário, diagramador, editor, coordenador comercial e diretor. Como colunista político nas últimas décadas, centra suas ações em palavras de apoio à todas as boas iniciativas e de cobrança àquilo que entende não estar correto.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS