Folha no Ar Terra
Opinião

Deputados tiram Coaf de Moro

por: Sérgio Klafke
Data: 24/05/2019 | 01:05

O governo Bolsonaro teve mais uma derrota no Congresso. A Câmara dos Deputados aprovou na noite de quarta a proposta de redução de 29 para 22 Ministérios, mas tirou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) das mãos do Ministro da Justiça, Sergio Moro e passou para o Ministério da Economia, de Paulo Guedes. Moro considerava importante ter o Coaf no Ministério para intensificar o combate à corrupção com o dinheiro público, mas viu frustrada sua proposta. Mas isso não impede o andamento do trabalho de Moro.
Foram 228 votos contrários ao Coaf nas mãos de Moro e 210 favoráveis. Os nossos dois federais da região tiveram posições diferentes. Heitor Schuch (PSB) votou contra o Coaf ficar com Moro, defendendo que é questão financeira e o Coaf deve ficar com o Ministério da Economia. Marcelo Moraes (PTB) votou a favor do Coaf ficar com Moro, por entender que era uma proposta de organização do governo Bolsonaro e que isso deve ser respeitado. Seria como o prefeito Giovane propor mudar o Turismo da pasta da Cultura para o Desenvolvimento Econômico, como fez, e a Câmara de Vereadores votar contra.
Dos outros federais gaúchos Afonso Mota, Pompeo de Mattos, Marlon Santos (PDT), Elvino Bohn Gass, Henrique Fontana, Dionilso Marcon, Maria do Rosário, Paulo Pimenta (PT), Giovani Cherini (PL), Pedro Westphalen (PP) e Liziane Bayer (PSB) votaram contra o Coaf com Moro. Votaram sim Afonso Hamm (PP), Bibo Nunes, Nereu Crispin, Marcelo Brum, Ubiratan Sanderson (PSL), Carlos Gomes (PRB), Lucas Redecker, Daniel Trzeciak (PSDB), Danrley de Deus (PSD), Darcisio Perondi, Giovane Feltes. Marcio Biolchi (MDB), Marcel Van Hattem (Novo), Mauricio Dziedricki, Ronaldo Santini (PTB). Alceu Moreira (MDB) e Jerônimo Goergen (PP) não estavam presentes.

 

Notinhas

por: Sérgio Klafke
Data: 24/05/2019 | 01:02

* Bastidores políticos acirrados entre Câmara e Prefeitura prenunciam que vão rolar cabeças. O prefeito Giovane tenta segurar o barco, prega entendimento e unidade. Mas todas as partes precisam querer.

* Dario Martins, que 'costura' a criação do PSL em Venâncio, vai participar da Mateada de domingo a tarde Pró-Bolsonaro na Praça Evangélica. 'Vamos participar como sempre fizemos, sem extremismo, de forma discreta. Defendo o que é melhor para o povo brasileiro, conforme pedido da nossa Bancada Federal do PSL, de forma ordeira e pacifica.'

* O PP realizou sua conveção no sábado, 18 e reelegeu por consenso Ailto Melo como presidente por mais dois anos. Ailto diz que o partido está organizado com a sua escrituração, em dia com todas as suas obrigações, e que, com ou sem candidato à Prefeito, será protagonista e decisivo para as Eleições de 2020.

* Depois dos protestos pelo corte de recurso parra a educação, o governo Bolsonaro desbloqueou R$ 1,588 bilhão. O contingenciamento que somava R$ 7,43 bilhões foi reduzido para R$ 5,84 bilhões.

 

Do Twitter

por: Sérgio Klafke
Data: 24/05/2019 | 01:01

* Veja: Câmara impõe derrota a Moro e Bolsonaro e devolve Coaf à Economia.

* Folha S. Paulo: Primeira visita de Bolsonaro ao Nordeste terá caixão e homenagem cancelada.

* Veja: Governadores de 13 estados e do DF assinam carta contra decreto de armas.

* Exame: Da depressão à estagnação, economia brasileira vive década perdida.

* Pompeo de Mattos: O Governo erra até no que poderia acertar facilmente. Ao autorizar a posse e porte de armas no âmbito da propriedade, exagerou liberando até fuzis semi-automático. Vai ter q voltar atrás. Puro despreparo.

* Sergio Moro: Sobre a decisão da maioria da Câmara de retirar o COAF do Ministério da Justiça, lamento o ocorrido. Faz parte da democracia perder ou ganhar. Como se ganha ou como se perde também tem relevância. Agradeço aos 210 deputados que apoiaram o MJSP e o plano de fortalecimento do COAF.

* Davi Alcolumbre: O Congresso está firme, atento e produtivo. Nesses primeiros 100 dias, garantimos a maior produtividade dos últimos 20 anos. O Parlamento está sereno, dedicado às pautas, trabalhando em favor do Brasil e pelo fortalecimento da democracia.

 
Páginas:
12345...Próximo
PERFIL

Sérgio Klafke


Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, com formação em Ciências Econômicas e registro de jornalista profissional provisionado, tem a vida de trabalho toda ligada ao jornal. Iniciou em julho de 1973, com 12 anos, quando a Folha do Mate tinha nove meses de circulação, como entregador de jornal. Nestes já 40 anos de Folha, atuou em todos os setores. Foi repórter, contato publicitário, diagramador, editor, coordenador comercial e diretor. Como colunista político nas últimas décadas, centra suas ações em palavras de apoio à todas as boas iniciativas e de cobrança àquilo que entende não estar correto.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS