Tramontini com parceria italiana Antonio Carraro

por: Sérgio Klafke
Data: 20/04/2019 | 01:10

Foto: Juliana Bencke / Folha do MateO patriarca Derci com seus 86 anos completos no domingo ainda está presente na empresa com os filhos Leonardo, Júlio e Jacó e a neta Juliele.
O patriarca Derci com seus 86 anos completos no domingo ainda está presente na empresa com os filhos Leonardo, Júlio e Jacó e a neta Juliele.

Na sexta-feira, 12, a Tramontini Máquinas recebeu o prefeito Giovane Wickert (PSB) e a imprensa para comemorar os 35 anos da empresa, que nasceu em Encantado em 1984 e se transferiu para Venâncio Aires em 1997.
Lembro quando José Cassiano Braga ( falecido no ano passado) era secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo no final do governo Almedo Dettenborn/Celso Artus. Fui junto com Cassiano em 1996 numa na visita aos Tramontini em Encantado, na negociação que estava em andamento para trazer a empresa para Venâncio, onde receberia incentivo. E a empresa veio, em 1997, já no governo Celso Artus/João Hinterholz. Primeiro foi instalada provisoriamente no Parque do Chimarrão. Depois recebeu um pavilhão industrial de 2,4 mil metros quadrados construído pela Prefeitura ao lado ervateira Madrugada na RS-453 mais recursos financeiros. Hoje tem uma área de 16 mil metros quadrados em terreno de 5,7 hectares.
O boom da Tramontini foi no Programa Mais Alimentos no Governo Lula em 2009, que encheu o Brasil de micro tratores, oferecendo empréstimos com limite de R$ 100 mil com juros de 2% ao ano, com dez anos para pagar e três de carência. A Tramontini vendeu tratores para o Brasil inteiro. O Programa se esgotou, a economia encolheu, a crise veio no governo Dilma e a empresa enfrentou o revés, teve que demitir a metade dos 140 funcionários e se reestruturar.
A Tramontini tem na sua linha reversores marítimos, equipamentos de jardinagem, bombas, mas precisava de uma alternativa para tratores para se recuperar, e foi buscar uma parceria com a Antonio Carraro, empresa italiana com 100 anos de experiência na fabricação de tratores, contou na sexta Bira Choairi, diretor executivo que veio da Agrale em 2014. Começaram a vender o trator italiano que trabalha em terras inclinadas de até 30 graus, com suspensão independente nas rodas e que anda para frente e para traz. Essa máquina encontrou nos produtores de uva e café um novo mercado e ajudou a recuperar a empresa, que cresceu 40% no faturamento em 2018.
Júlio Tramontini se mostra otimista e me disse na saída que em breve a parceira com a Antonio Carraro deve render uma grande noticia. Pelo entusiasmo do Júlio, deduzi que é projeto grande. Aguardemos.

 

Comentários


PERFIL

Sérgio Klafke


Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, com formação em Ciências Econômicas e registro de jornalista profissional provisionado, tem a vida de trabalho toda ligada ao jornal. Iniciou em julho de 1973, com 12 anos, quando a Folha do Mate tinha nove meses de circulação, como entregador de jornal. Nestes já 40 anos de Folha, atuou em todos os setores. Foi repórter, contato publicitário, diagramador, editor, coordenador comercial e diretor. Como colunista político nas últimas décadas, centra suas ações em palavras de apoio à todas as boas iniciativas e de cobrança àquilo que entende não estar correto.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS