Pé na Estrada com Giovane e Celso

por: Sérgio Klafke
Data: 21/04/2018 | 01:10

A Administração Giovane Wickert (PSB) - Celso Kramer (PTB) criou várias ações inspiradas na Administração de Jairo Jorge, prefeito de Canoas. Giovane e Jairo eram do PT e tinham boa relação. Giovane adotou as ideias de ir ás comunidades, de andar pela rua e ver serviços públicos, de abrir o gabinete para as pessoas poderem ir à prefeitura, que Jairo Jorge utilizou em Canoas chegando a ter 80% de aprovação de governo.
Giovane criou aqui o Portas Abertas, onde todas as sextas recebe as pessoas em seu gabinete junto com o vice Celso e a equipe de governo; criou o Prefeito na Rua, para visitar serviços públicos; e o Pé na Estrada, indo ao encontro das comunidades.
O Pé na Estrada teve algumas edições de pouca adesão; chegou a ter edição com mais gente do governo do que da comunidade. Foi preciso repensar, e conheço isso, pois fazemos isso constantemente nos projetos sociais da Folha, que também serviram de inspiração, como diz Giovane.
As duas últimas edições do Pé na Estrada visitaram eventos de comunidades. Esteve na Escola Crescer no bairro Coronel Brito que tinha programação, e na semana que passou na comemoração dos 18 anos da escola municipal Oto Brands, no bairro Brands, com a comunidade escolar presente, e receberam da equipe diretiva da escola e das lideranças comunitárias locais uma carta onde solicitam algumas mudanças e melhorias para a comunidade e o educandário.
A forma precisa ser constantemente aperfeiçoada, mas a presença nas comunidades é salutar, democrática e importante, pois aproxima o Governo das pessoas.
A próxima edição será dia 5 de maio, em Linha Mangueirão, aproveitando a inauguração do ginásio de esportes daquela comunidade.

Foto: Marcelo Haas / PMGiovane e Celso com sua equipe na festa dos 18 anos da escola Oto Brands
Giovane e Celso com sua equipe na festa dos 18 anos da escola Oto Brands
 

Comentários


PERFIL

Sérgio Klafke


Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, com formação em Ciências Econômicas e registro de jornalista profissional provisionado, tem a vida de trabalho toda ligada ao jornal. Iniciou em julho de 1973, com 12 anos, quando a Folha do Mate tinha nove meses de circulação, como entregador de jornal. Nestes já 40 anos de Folha, atuou em todos os setores. Foi repórter, contato publicitário, diagramador, editor, coordenador comercial e diretor. Como colunista político nas últimas décadas, centra suas ações em palavras de apoio à todas as boas iniciativas e de cobrança àquilo que entende não estar correto.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS