As propostas de Leite para modernizar a educação

por: Sérgio Klafke
Data: 12/01/2019 | 01:06

O governador Eduardo Leite (PSDB) nomeou Faisal Karam, administrador de empresas, ex-prefeito reeleito de Campo Bom, deputado estadual suplente do PSDB, para a secretaria da Educação. Em entrevista à ZH nesta semana, Faisal fala que a prioridade é otimizar e racionalizar custos. A rede tem 2.539 escolas, 900 mil alunos e 63 mil professores. O orçamento da Educação é de R$ 9,1 bilhões. Só em folha e encargos se vão R$ 8,1 bilhões. Faisal diz que em 15 anos 600 mil alunos deixaram a redes estadual. Ele quer saber porque tem tanto professor fora de sala de aula. Se não enxergarmos a educação como prioridade não vamos a lugar algum, disse o secretário.
Durante a semana a Secretaria distribuiu uma nota resumindo a proposta do novo governo.
Atualmente, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) conta com 29 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) e a Divisão Porto Alegre (DPA).
O sistema foi criado no milênio passado para agilizar a comunicação entre a Seduc, com sede em Porto Alegre, e as mais de 2,5 mil escolas da rede estadual. Suas diretrizes e atuação são baseadas em formas de comunicação anteriores a adventos como celular, e-mail e, sobretudo, mídias sociais.
Baseado nisso, a Seduc informa que:
1 - A estrutura atual de Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) precisa ser otimizada para que gere ainda melhores resultados sem onerar os cofres públicos. Os modernos meios digitais de comunicação fazem com que, na Secretaria de Estado da Educação, seja possível uma estrutura mais leve e capaz de gerar melhores resultados em um tempo mais curto.
2 - O estudo é preliminar. Por isso a estrutura de Coordenadorias a ser montada não está definida no que diz respeito a quantidade de sedes e de servidores. A reformulação leva em conta benefícios pedagógicos, estruturais e nos Recursos Humanos.
3 - A reforma no sistema é uma necessidade para uma rede que teve, nos últimos 15 anos, uma redução de cerca de 600 mil alunos na rede pública estadual. Vai ajudar a enxugar a máquina pública e, ainda trazer benefícios para toda a comunidade escolar.
4 - Com as demais secretarias estaduais, estamos buscando a viabilidade de concentrarmos em locais únicos os diversos serviços ofertados pelo Estado.
5 - Estão sendo avaliadas formas de gestão otimizada em todas as áreas da Seduc, um compromisso do governo estadual. Transporte de alunos, realocação de servidores e todas as formas de redução de custos, sem perda na qualidade de serviço, serão adotadas.

 

Comentários


PERFIL

Sérgio Klafke


Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, com formação em Ciências Econômicas e registro de jornalista profissional provisionado, tem a vida de trabalho toda ligada ao jornal. Iniciou em julho de 1973, com 12 anos, quando a Folha do Mate tinha nove meses de circulação, como entregador de jornal. Nestes já 40 anos de Folha, atuou em todos os setores. Foi repórter, contato publicitário, diagramador, editor, coordenador comercial e diretor. Como colunista político nas últimas décadas, centra suas ações em palavras de apoio à todas as boas iniciativas e de cobrança àquilo que entende não estar correto.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS