Tite convoca 23 jogadores. Luan fora; Taison e Giuliano são surpresas

por: Rui Borgmann
Data: 22/08/2016 | 11:33

Foto: Divulgação / Blog do RuiTaison foi a maior surpresa da lista
Taison foi a maior surpresa da lista

Havia grande expectativa de que Tite chamaria os gremistas Luan e Pedro Geromel para os jogos contra Equador e Colômbia pelas Eliminatórias da Copa de 2018, na Rússia.

Ambos mereciam tal oportunidade.

Tite deixou claro que a convocação é pontual para os dois próximos jogos e que o momento atual de cada foi o que mais pesou.

A explicação não convence.

Tayson e Giuliano foram as surpresas, mas o técnico argumentou que são jogadores que podem ajudá-lo taticamente num esquema de marcação.

O volante Paulinho retorna e Fagner merecia a vaga na lateral-direita.

Ambos foram treinados por ele no Corinthians.

Já a convocação de Weverton para o gol é a garantia de que havia o dedo de Tite na sua ida aos Jogos Olímpicos.

A lista da convocação foi razoável e o treinador tem seus motivos.

Acompanhou in loco muitos jogos nestes últimos meses.

O Brasil enfrentará o Equador, em Quito, às 18h do dia 1º de setembro. Na sequência, receberá a Colômbia, na Arena da Amazônia, às 21h45 do dia 6 de setembro. 

 

Vacaria fez parte da história rubro-negra

por: Rui Borgmann
Data: 01/08/2016 | 10:28

Foto: Folha do Mate / Blog do RuiVacaria treinou o Guarani por 17 jogos em duas temporadas
Vacaria treinou o Guarani por 17 jogos em duas temporadas

Considerado um dos melhores laterais do futebol Brasileiro, Olávio Dorico Vieira morreu no último sábado aos 67 anos decorrente de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), sofrido em 2013, e também de hepatite.

Nascido em Santa Catarina, Olávio recebeu o apelido de Vacaria no 14 de Julho, de Passo Fundo, aos 18 anos, depois de atuar nas categorias de base do Glória de Vacaria.

Sagrou-se bicampeão brasileiro (1975 e 1976) e octacampeão gaúcho pelo Inter (1976).

Como treinador teve duas passagens pelo Esporte Clube Guarani.

Em 1991, assumiu o Índio no lugar de Bebeto, pouco antes da fase final da Copa Governador.

Treinou o rubro-negro por 14 jogos. Antes de iniciar o trabalho no Gauchão, ajudou a montar o grupo, mas recebeu proposta salarial irrecusável do Ypiranga, cedendo lugar a Cacau.

O novo técnico permaneceria 19 jogos invicto na primeira participação do Guarani na divisão principal.

Em 1994, no famoso "Interminável" campeonato gaúcho, Vacaria retornou a Venâncio e treinou a equipe por apenas três jogos oficiais.

Os maus resultados - empate em casa com o Ypiranga e derrotas fora para Lajeadense e Pelotas - forçaram a direção de futebol a demitir Vacaria e seu preparador físico Flamarion Trindade.

Luiz Freire assumiria a equipe.

Vacaria residia em São Leopoldo e foi velado e enterrado domingo no Vale dos Sinos. 

Gilmar Nass

Folha do Mate / Blog do RuiGilmar Nass é o primeiro em pé no time de 1993
Gilmar Nass é o primeiro em pé no time de 1993

Por falar em lateral-esquerdo, outro atleta com passagem marcante pelo Guarani também faleceu há poucos dias.

Gilmar Nass defendeu as cores do índio em 1993, 1994 e 2003.

Foi autor do gol da inédita e única vitória do Guarani em Copa do Brasil.

Em 19 de fevereiro de 2003, sob muita chuva no Estádio Edmundo Feix, o Guarani venceu o América de Natal por 2 x1.

Aurélio e Gilmar Nass marcaram os gols.

O ex-jogador tinha 44 anos e foi vitima de infarto na cidade de Horizontina, onde residia.

Foto equipe: 07/09/1993 - Guarani 3 x 0 Brasil-Pel

De pé: Gilmar Nass, Zé Ricardo, Alamir, Alvinho, Gerson e Jorge Luiz.

Agachados: Edson Luiz, Almir, Sérgio Oliveira, Gerson e Carlinhos.

 

O egocêntrico líder de Portugal

por: Rui Borgmann
Data: 11/07/2016 | 11:04

Ele não esconde a vaidade e o egocentrismo.

Ao natural, os holofotes miram-no o tempo inteiro.

Mas Cristiano Ronaldo mostrou durante a final da Eurocopa que é um líder nato.

Sua dor e seu choro ao cair no gramado após uma lesão, ainda no início do primeiro tempo, contagiaram seus companheiros.

A seleção portuguesa cresceu em campo, sem seu maior ídolo, e foi em busca do título inédito.

CR7 carregou Portugal sozinho em muitas oportunidades, mas foi sem ele que veio a tão sonhada glória.

O zagueiro brasileiro/português Pepe deixou para trás a desconfiança devido a seu temperamento e comandou a defesa.

Na frente, o contestado centroavante Éder marcou o gol do título.

O Mundo torcia pela França, que queria presentear com um troféu seu sofrido povo após os últimos ataques terroristas.

Mas coube o destino a Portugal comemorar e brindar sua nação valente e imortal (como diz a segunda frase do hino português) em plena Paris. 

foto: Getty Imagens

 
PERFIL


O esporte sempre esteve presente em minha vida, desde a infância. Como quase todo menino, meu sonho era ser jogador de futebol, mas confesso não sentir frustração alguma por não ter conquistado espaço nos gramados, à medida que uma minoria consegue realização plena na carreira de futebolista.
O Blog do Rui traz informação e opinião sobre o Guarani de Venâncio Aires, sobre a Assoeva na Liga Nacional e Estadual de Futsal, além dos demais esportes de destaque na região. A dupla Gre-Nal também recebe seu espaço.

Curta a FanPage no Facebook: https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Rui

'O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores'.
Mario Quintana

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS