Mas e não mais

por: Letícia Wacholz
Data: 08/01/2017 | 15:00

Leitor da Folha do Mate esteve na redação para alertar os responsáveis para um erro de português - existente há muito tempo - na placa de orientação aos usuários dos parquímetros, no centro da cidade.
A frase diz "o parquímetro não devolve troco, mais fraciona o tempo". O correto é dizer MAS e não MAIS.

Segundo ele, em tempos onde muito se escreve e lê errado, especialmente nas redes sociais, placas como estas contribuem para que as pessoas falem e escrevam errado.

O Guia do Estudante nos ensina o seguinte:
Muitas pessoas usam incorretamente 'mais' porque na linguagem oral do dia a dia, é o que elas ouvem (poucas pessoas falam exatamente 'mas'). Só que na linguagem culta e formal, exigida pelos vestibulares (e pela vida, no geral), não dá para justificar o erro.

O 'mas' é usado, principalmente, como conjunção que introduz uma contrariedade, uma adversidade. Já o 'mais' é, na maioria das vezes, um advérbio de intensidade e corresponde ao contrário de 'menos'.

Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do Mate.

 

Parabéns, Jornalista!

por: Letícia Wacholz
Data: 07/01/2017 | 10:00

Neste sábado o colega e repórter esportivo da Folha do Mate, Daniel Heck, forma-se em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo.

Uma trajetória de nove anos no meio acadêmico é coroada com a colação de grau que ocorre nesta noite, às 20h, na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Nesta conta estão três anos que ele cursou Educação Física. Não ficou nesta área, mas é no meio esportivo que encontra sua paixão para comunicar.

Esta é apenas a primeira conquista de uma carreira que já é marcada por muito profissionalismo e dedicação.

Parabéns, Daniel!.A Folha se orgulha em tê-lo na nossa equipe!

Foto: Arquivo Pessoal / DivulgaçãoDaniel será graduado em Comunicação Social neste sábado
Daniel será graduado em Comunicação Social neste sábado
 

Roni e o pé de tomate gigante

por: Letícia Wacholz
Data: 06/01/2017 | 15:23

Os leitores Roni Afonso Kolberg e Luciane Becker Kolberg compartilharam com a redação da Folha do Mate fotos do gigante pé de tomate plantado em frente à casa do casal, morador do bairro Brands.

O pé já chega a 3,60 centímetros de altura, superando a altura da residência do casal. Segundo Seu Roni, o pé plantado há cerca de três meses já rendeu muitos frutos e ele pretende mantê-lo para ver onde ele vai chegar.

Será que vamos ter uma história tipo João e o pé de feijão, ou melhor, Roni e o pé de tomate?

Foto: Arquivo Pessoal / DivulgaçãoPé de tomate já chega a 3,60 centímetros
Pé de tomate já chega a 3,60 centímetros
Foto: Arquivo Pessoal / DivulgaçãoPé já passa da altura do telhado da casa
Pé já passa da altura do telhado da casa
Foto: Arquivo Pessoal / DivulgaçãoSeu Roni garante que o pé já rendeu muitos frutos
Seu Roni garante que o pé já rendeu muitos frutos
 
Páginas:
12345...Próximo
PERFIL


Notícia, comentários e opinião, a qualquer hora do dia. Este é o Mateando. Comandado pela editora Letícia Wacholz, o blog conta com a participação de toda a equipe de repórteres da Folha do Mate, que compartilha, por aqui, os bastidores da produção diária do jornal. Um espaço para ler, comentar e te acompanhar nas 'rodas de mate'.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
    ÚLTIMOS POSTS