Jardins no céu de Londres!

por: Solange Silberschlag Beglin
Data: 15/02/2017 | 17:13

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalPanorama dos prédios modernos de Londres que há 20 anos não existiam ...
Panorama dos prédios modernos de Londres que há 20 anos sequer existiam ...

Aqui estou eu, de volta aos jardins no céu de Londres! E claro, maravilhada! Sky Garden, ou jardim no céu, é uma das atrações mais recentes de Londres.  É ainda desconhecido do turismo de massa, no coração da city, aberto há dois anos e  localizado no alto do prédio Walkie Talkie, assim chamado pelo seu formato de radinho. Ao considerar minhas  mudanças , morando em diferentes países, Londres, para mim, continua sendo a melhor capital da Europa. Aliás, arrisco em dizer que esta metrópole com quase nove milhões de habitantes, é o melhor lugar do mundo para se viver e conhecer, é claro! Desde o início, logo que vim morar em Londres  para estudar inglês lá no início da década de 90, fiquei deslumbrada com a beleza estonteante da capital britânica. Foi durante um verão bem inglês, de dias longos mas não necessariamente quentes para uma brasileira recém chegada dos trópicos, que me imaginei - pela primeira vez - vivendo feliz longe da minha terra.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalBar com vista p o Shard
Bar com vista p o Shard

Os anos foram passando e a paixão só aumentando. Formei minha família, nunca mais voltei a morar na minha terrinha, e aqui continuo em pleno 2017, tão maravilhada quanto a primeira vez, curtindo os suspiros londrinos. Já comentei várias vezes aqui no blog sobre este fascínio incandescente de Londres. A capital britânica é clássica e majestosa, destacando o novo e o velho com grande maestria, através de atrações históricas e arquitetura moderna. Desde a minha chegada, há duas décadas, tenho visto de perto o panorama londrino mudando muito, com arranha-céus despontando entre construções de séculos passados. Em 1994, era necessário subir na torre em homenagem ao grande incêndio de Londres, chamada Monumento, para se ter uma visão do horizonte londrino. Hoje em dia, o Monumento fica anão perto dos grandes prédios que surgiram em torno da capital. No entanto, a arquitetura londrina continuar a brilhar, com novo e velho, lado a lado, sem ofuscar a originalidade  de cada construção.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalNovo e velho, lado a lado! A direita o prédio Walkie Talkie
Novo e velho, lado a lado! A direita o prédio Walkie Talkie

Esta harmonia singular entre arquitetura moderna e antiga é envolvente,  mantendo a identidade da cidade  ao mesmo tempo que  abraça o futuro com projetos arquitetônicos arrojados. E assim, bem no meio do bairro marcado por prédios empresariais, abrigando escritórios e salas de conferências, na rua Fenchurch, encontra-se mais um bloco de salas empresariais.  No alto do arranha-céu, entretanto,   o sky garden esboça um pedacinho de natureza encapsulada entre paredes envidraçadas. Uma plataforma magnífica com jardins exóticos e que proporciona vista espetacular de toda Londres.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalVista do Shard, arranha céu mais alto da Europa
Vista do Shard, arranha céu mais alto da Europa
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalTower Bridge. Londres na palma da mão
Tower Bridge. Londres na palma da mão

Ao chegar no  35º andar, diretamente do térreo, sem parada alguma no elevador, é gente suspirando por todo lado! A sensação é de estar pisando nas nuvens, nas alturas, com Londres na palma da mão. Um sonho! O primeiro prédio a ser avistado, é o Shard, outra construção moderna (a mais alta da Europa) que delineia o horizonte londrino.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalJardins surpreendem pela quantidade de arbustos tropicais
Jardins surpreendem pela quantidade de arbustos tropicais

Estamos à 155 metros de altura caminhando entre arbustos tropicais, samambaias de todos tipos, folhagens exóticas, lírios africanos, estrelítzias, lírios-tochas e tantas outras espécies florais plantadas em aclive no terraço do prédio. Destaque maior fica por conta do panorama da capital britânica como pano de fundo dos canteiros internos. É  impossível não se maravilhar nesta cobertura gigantesca.  Mesmo para aqueles que não curtem jardins de inverno, recomendo a visita pela magnitude da paisagem lá fora. Simplesmente de tirar o fôlego, contemplando as altura de Londres!

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalLondon Eye ao fundo
Big Ben e London Eye  

E melhor ainda, a entrada é gratuita! Entretanto é necessário agendamento online (mais informações no final do post).  O local abriga dois restaurantes (brunch maravilhoso aos fins de semana, reserva obrigatória) e dois  bares, enormes, onde não é necessário fazer reserva, muito bacana, com magnífica vista para o Shard e rio Tâmisa se curvando em forma de serpente, passando pela Tower Bridge e distrito financeiro de Canary Wharf. Vale à pena sentar numa das tantas mesinhas e sofás para degustar um cafezinho, ou drinque especial, contemplando os ícones londrinos lá embaixo.

 

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalPor falar em cafezinho... acompanhado de um bolinho de limão?
Por falar em cafezinho... acompanhado de um bolinho de limão?
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalOlha eu ai, fazendo pose!!!!!
Olha eu ai, fazendo pose!!!!!

ENDEREÇO - 20, Fenchurch Street, London, EC3M 8AF

 HORÁRIO - Segunda a sexta das 10 às 18h. Fim de semana das 11 às 21h. ENTRADA GRATUITA (com agendamento)

COMO CHEGAR - metrô linha amarela Circle Line ou verde District Line, estação  Monument.

 AGENDAMENTO - pode-se fazer reserva com três semanas de antecedência para visitar os jardins diretamente no site  www.skygarden.london/plan-your-visit . Entrada gratuita. Mas existe também a possibilidade de agendar diretamente na porta, na chegada, das 7h às 10h (11h no fim de semana)  e depois das 18h (somente adultos, acima de 16 anos). É necessário documento de identidade para o agendamento. Eu fui sem reserva, pela manhã, e não enfrentei fila. Prepare-se, no entanto, para passar bolsa e pertences pessoais no raio X. A segurança é rigorosa. Depois disso é só entrar no elevador e sentir-se flutuando no céu londrino!

 

 

 

Comentários


PERFIL

Solange Silberschlag Beglin


Há 22 anos morando na Europa com meu marido inglês e nossos três filhos, adoro viajar, renovar conceitos e assimilar novas culturas. Nesta longa trajetória já morei em Roma durante quatro anos e meio, dois anos na Líbia, quatro anos em Paris, dois anos em Minsk, capital da Bielorússia, e atualmente moro em Londres. Na terra da rainha Elizabeth estão as raízes da nossa família. Entre uma mudança e outra, ao longo dos anos a bagagem cultural foi aumentando e enriquecendo a alma. Vou contar um pouco aqui neste blog justamente sobre as diferenças culturais, estilo de vida e tradições do velho continente. Vou relatar minhas viagens, sempre com várias dicas, assim como fatos interessantes e pitorescos da vida cotidiana na Europa. Viaje comigo e compartilhe aqui também a sua experiência!

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
    ÚLTIMOS POSTS