300 anos de história no Palácio de Kensington

por: Solange Silberschlag Beglin
Data: 15/10/2016 | 05:57

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalPalácio está localizado no centro de Londres
Palácio está localizado no centro de Londres
Nesta semana marcada pelo tempo mais frio, com dias típicos de outono, fui passear novamente pelas ruas de um dos bairros mais chiques de Londres, Kensington. Esta região do noroeste  londrino abriga residências deslumbrantes, repleta de casarios antigos, praças ajardinadas e muitos  parques. E uma das mansões do bairro, que não passa desapercebida, é o Palácio de Kensington.
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalPoucas flores nesta época do ano no jardim em torno do palácio
Poucas flores nesta época do ano no jardim em torno do palácio

Cercado por avenidas de árvores com copas alaranjadas e jardins que nesta época do ano já perderam o vigor colorido da primavera e verão, encontra-se o imponente palácio da realeza britânica. Localizado no oeste do Hyde Park, o palácio de Kensington foi aberto ao público pela primeira vez  no aniversário de 80 anos da rainha Victoria, em 1899, e  desde então se transformou em atração turística além de continuar a ser uma residência  real.O Palácio de Kensington é recheado de história e foi  palco de muitos dramas da monarquia britânica, como a morte repentina da rainha Mary II logo depois de ter se mudado ao palácio. Esbanjando  arquitetura clássica que  remonta ao século XVII, a majestosa construção  era originalmente uma mansão particular, numa região considerada rural na época,  que foi adquirida pelo rei William  em 1689. Desde então  tem sido usado como residência de membros da família real.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalEstátua em homenagem à rainha Victoria
Estátua em homenagem à rainha Victoria

Foi aqui que nasceu e cresceu uma das monarcas mais importantes da história britânica, a rainha Victoria (1837-1901). Entre 1981 e 1997 neste palácio também residiu a  princesa Diana, adorada em todo mundo. Em agosto de 1997 quando ela faleceu em trágico acidente em Paris o parque em torno do palácio se transformou num mar de flores, coroas e mensagens em sua homenagem. A história da família  continua  até os dias de hoje com a jovem família do príncipe William, primogênito da princesa Diana e seu irmão príncipe Harry que possuem  apartamentos na ala oeste do palácio mas que não é aberta à visitação pública.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalAposentos do rei
Um dos aposentos do rei
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalescadaria que dá acesso aos apartamentos de Estado
escadaria que dá acesso aos apartamentos de Estado

O palácio é dividido em três  percursos de visitação, cobrindo 300 anos da história da monarquia britânica. De um lado pode-se conhecer os magníficos aposentos dos reis George I e George II e da rainha Anne, passando pela famosa escadaria adornada por  murais divinos do artista e arquiteto  William Kent . Aliás, grande parte da decoração interior foi realizada pelo renomado arquiteto.  Cada aposento transpira luxo e opulência com ornamentação  pesada, papel de parede sombrios  e mobiliário que remete aos séculos passados.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalCúpula divina!
Cúpula divina!
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalCama da rainha!
Cama da rainha!

Pelos corredores impregnados de história vamos caminhando lentamente na tentativa de saborear um pouquinho das  vidas passadas representadas em cada retrato. No salão da cúpula, onde o rei e a rainha gostavam de dançar,  tons dourados são misturados com azul claro criando um ambiente de pura glória e que percorre todo salão até chegar ao esplendor do teto octogonal revestido nas mesmas cores de puro fulgor. Simplesmente divino! Meu pescoço ficou dolorido pelo tempo que passei olhando para cima, apreciando cada detalhe da magnífica pintura. No apartamento de Estado encontra-se ainda a suntuosa Galeria do Rei mas que  no momento está fechada até 17 de dezembro 2016 para reformas.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalDecoração sombria mas aos meus olhos fascinante!
Decoração sombria mas aos meus olhos fascinante!

Em outra ala do palácio encontra-se a exposição permanente em homenagem à rainha Victoria que nasceu e cresceu no Palácio de Kensington e onde também ascendeu ao trono com apenas 18 anos de idade. Esta parte era a que mais me interessava pois sou fascinada  pela história desta monarca britânica. A exposição intitulada Victoria Revealed conta pequenos detalhes da vida da rainha, através de coleções de  objetos e muitas revelações pessoais, principalmente de seu casamento apaixonado com o príncipe Albert.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalSalão Vermelho
Salão Vermelho - nesta mesa rainha Victoria realizou seu primeiro Conselho Privado
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalRainha Victoria e Príncipe Albert
Rainha Victoria e Príncipe Albert

O salão vermelho é provavelmente o mais importante na história da rainha Victoria  pois foi ali que ela realizou seu primeiro Conselho privado, aos 18 anos. Mais adiante vamos apreciando coleções de retratos da monarca, vestidos e muitos objetos pessoais, incluindo seu piano, brinquedos, joias e seu bercinho de ouro, no quarto onde nasceu. Nascida em berço de ouro, literalmente!

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalNascida em berço de ouro!
Nascida em berço de ouro!
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalBrinquedos da rainha
Brinquedos da rainha
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalPiano onde Albert e Victoria tocaram juntos no início do
Piano onde Albert e Victoria tocaram juntos no início do "namoro"

Continuando pelos outros cômodos, vamos descobrindo seu percurso de dor e tristeza profunda ao perder seu grande amor, confidente, amigo e companheiro de 21 anos e com quem teve nove filhos. Depois da morte do esposo, ainda jovem aos 42 anos, a rainha entrou em luto permanente, vestindo somente roupas pretas até o final de sua vida e reinado. Ela faleceu aos 81 ano, em 1901.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalGuarda roupa de vestidos pretos depois da morte de Albert
Guarda roupa de vestidos pretos depois da morte de Albert
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalVestido de ouro (isso mesmo ouro!) usado pela rainha
Vestido de ouro (isso mesmo ouro!) usado pela rainha

A intrigante  história de amor da rainha Victoria e príncipe Albert está sendo assistida  por milhões de telespectadores no momento,  aqui na Inglaterra através do  seriado Victoria, transmitido  pela rede televisiva  ITV. A terceira e  última exposição do Palácio de Kensington se encontra no subsolo e se chama Regras da Moda, um prato cheio  para quem curte história da moda no mundo da realeza britânica.

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalVestidos impactantes da princesa Diana
Vestidos impactantes da princesa Diana
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalVestidos usados pela rainha Elizabeth II
Vestidos usados pela rainha Elizabeth II

Em quatro salas distintas estão expostos vestidos e acessórios  da atual rainha Elizabeth II, de sua irmã princesa Margaret, que também morou durante anos no palácio,  e da querida de todos, princesa Diana.   A exposição é uma viagem no tempo, vivendo o glamour dos vestidos da princesa Margaret nos anos 50, passando pela elegância da rainha Elizabeth nas décadas de 60 e 70 até chegar aos modelos deslumbrantes da princesa Diana que marcaram o final dos anos 80 e início de  1990. 

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalOlha eu ai, curtindo o parque em torno do palácio!
Olha eu ai, curtindo o parque em torno do palácio!

COMO CHEGAR -  metrô, estação Notting Hill Gate nas linhas amarela e verde (Circle ou District line). Linha vermelha (Central line) estação Queensway, caminhadinha de 5 minutos bem gostosa atravessando o parque até chegar no palácio. Entrada para o palàcio - £18 no local (ou £16.50 online). Menores de 16 anos, gratuito. Entrada livre para jardins e arredores do palácio

Foto: S S Beglin / arquivo pessoalesquilinho no meio do caminho ...
esquilinho no meio do caminho ...
Foto: S S Beglin / arquivo pessoalvoa voa passarinho ... Lago em frente ao palácio
voa voa passarinho ... Lago em frente ao palácio

 

 

Comentários


PERFIL

Solange Silberschlag Beglin


Há 22 anos morando na Europa com meu marido inglês e nossos três filhos, adoro viajar, renovar conceitos e assimilar novas culturas. Nesta longa trajetória já morei em Roma durante quatro anos e meio, dois anos na Líbia, quatro anos em Paris, dois anos em Minsk, capital da Bielorússia, e atualmente moro em Londres. Na terra da rainha Elizabeth estão as raízes da nossa família. Entre uma mudança e outra, ao longo dos anos a bagagem cultural foi aumentando e enriquecendo a alma. Vou contar um pouco aqui neste blog justamente sobre as diferenças culturais, estilo de vida e tradições do velho continente. Vou relatar minhas viagens, sempre com várias dicas, assim como fatos interessantes e pitorescos da vida cotidiana na Europa. Viaje comigo e compartilhe aqui também a sua experiência!

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
    ÚLTIMOS POSTS