Região realiza Festa Campeira e seletiva à Fecars

por: Beatriz Colombelli
Data: 22/02/2019 | 14:41

O Parque Municipal de Rodeios, em Arroio do Meio, na 24ª Região Tradicionalista (24ª RT), recebe neste sábado e domingo, 23 e 24, laçadores e visitantes para a Festa Campeira Regional. Entre as inúmeras cordas que serão atiradas durante o evento, estão àquelas da 24ª RT que selecionam os representantes da Região, na modalidade inscrita, à 31ª Festa Campeira do Rio Grande do Sul (Fecars). Evento que ocorrerá entre os dias 14 e 17, de março na cidade de Xangri-lá.

Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoalxx
Entre os laçadores, duas gerações de Venâncio Aires estão confirmadas na pista de laço, em Arroio do Meio. O jovem Miguel Kanenberg, 20 anos, capataz campeiro do Piquete Machry vai participar da modalidade Capataz, Laço Equipe e das Duplas. Ele que participa há seis anos, nas pistas de laço, e já coleciona 31 troféus, busca entre as 20 armadas conquistar o melhor desempenho para competir com os melhores do RS.
Foto: Roni Müller / Folha do Matexx
Representante do Piquete Sinuelo de Tropa, Nelson Martinho Dornelles, o Tio Neco, 71 anos, que já competiu, em 2018, com os campeões dos campeões' busca mais uma vez o passaporte para a Fecars, segundo o sota-capataz da entidade, Jackson Santiago, o maninho Santiago. Maninho destaca que a entidade também participa com uma equipe, porém apenas na fase regional.

TRADIÇÃO E CULTURA

Embora a Festa Campeira seja competitiva, um dos diferenciais está na premiação. Os vencedores dos primeiros e segundos lugares retornam às suas querências "com o peito estufado", porém somente com troféus. No entanto, àqueles que se inscreverem para a seletiva - na respectiva modalidade ou equipe - e tiver a sorte conforme o desempenho das armadas, garantem o passaporte para a fase estadual, representando a 24ª RT.

DESTAQUES
À frente da organização estão a coordenadora da 24ª RT, venâncio-airense, Luce Carmen da Rosa Mayer; vice-coordenador, Vanderlei Airton Kuhn e o capataz campeiro regional Clécio Scwerzer. Mas para a realização das diversas tarefas, a coordenadora destaca que há 'muitas mãos envolvidas' por parte da coordenadoria, prendado regional e voluntários de entidades.

Outro ponto destacado pela coordenadora é com relação a participação do laçador, especialmente àqueles que integram a 'seleção dos dez homens' para a Fecars. Estes devem ter no mínimo um ano de cartão tradicionalista para participar da seletiva.
Entre os itens observados pelos julgadores, como por exemplo a encilha, os maus-tratos com os animais têm peso para desclassificar o laçador de todas as modalidades a que se inscriveu.

PROGRAMAÇÃO

Sábado, 23 - Início das competições às 8h30min (Laço Patrão, Capataz, Veterano e Vaqueano). Segue com a 1ª Bateria Seletiva para a Fecars. Na sequência Laço Equipe Forças A B e C; 2ª Bateria Seletiva e Duplas Taça 50 anos da 24ª RT. Abertura oficial, às 18h, com desfile de bandeiras das entidades com participação especial do prendado regional.
Domingo, 24 - reinício às 8h, com Retardatários, 3ª Bateria Seletiva; Laço Prendinha (até 11 anos); Prenda, Piá e Guri, Pai e Filho (até 12 anos), Pai e Filho (acima de 12 anos), Chasque, Porva de Rédeas, Vaca Parada, desempate, se houver, da Seletiva Fecars, Final das Equipes e da Taça 50 anos 24ª RT.

FALA, COORDENADORA!

Expectativa - acreditamos que será uma das maiores festas campeiras da Região, até porque não teve as batidas anteriores. Por isso, a expectativa é das melhores, por três motivos: primeiro pela integração em família e entre as entidades, segundo pela colaboração com a Região para fazer a sua festa, e o terceiro para termos os nossos representantes na Festa Campeira do Rio Grande do Sul.
Momento marcante - vai ocorrer na abertura oficial, às 18h, neste sábado, com desfile das bandeiras das entidades e homenagem às gerações, escolhido dentre os inscritos no Laço Geração. São eles que fortalecem a nossa cultura e que estão todos os fins de semana no lombo do cavalo.
Voluntariado - equipes das entidades de Venâncio e do Vale do Taquari estão sendo organizadas para trabalhar no evento, pela Margrit Maia [CTG Westphaliana], pois todo o lucro será revertido para a delegação representantes da Fecars.


 MEU ABRAÇO VAI PARA

Marioni Fischer de Mello e Vianei Portella de Mello, com a minha gratidão pela amizade, de tantos anos, pelos caminhos da vida e da Tradição. Votos de força e luz. Tudo passa, apenas a fé e a coragem permanecem em todos os momentos de nossa vida. Amigos podem acessar o facebook, do casal.

- Claudia Camilo, da 24ª Região Tradicionalista, que nos enviou um belíssimo material histórico do primeiro encontro das 'Eternas Prendas da Região', denominado 'Fandango dos Fandangos'. Estaremos divulgando no Blog Cultura Gaúcha, no site da Folha do Mate. Evento ocorreu no dia 14 de maio de 1994 - na sua gestão de 1ª Prenda da Região.

 

 

Comentários


PERFIL

Beatriz Colombelli


De telefonista/recepcionista, supervisora de escola infantil, mãe de Prenda, Patroa de entidade tradicionalista, palestrante e avaliadora de concursos de prendas e peões, à Colunista no 'Cultura Gaúcha', lá se vão mais de 20 anos. Desde agosto de 2011, integra a equipe do Jornal Folha do Mate, como revisora e futura jornalista, pois nos bancos acadêmicos busca o sonho de infância.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS