Folha no Ar Terra

Vitória e Tailson: eles estão no Enart

por: Beatriz Colombelli
Data: 14/11/2017 | 08:00

Foto: Arte/Luana Andrade / Folha do Matexx

Quando o Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart) bate à porta, os corações se acelaram, os ensaios se intensificam e os dançarinos se unem ainda mais, com o objetivo de ajustar os últimos passos.

Faltam quatro dias. Mas para os tradicionalistas, o sonho de pisar no tablado já se torna realidade. O evento começa sexta, 17 e se encerra no domingo, 19, com a divulgação dos vencedores. Antes, porém, há que fazer bonito em 20 minutos, e conquistar os jurados, no detalhe. 

Entre os 40 grupos de Danças Tradicionais Força B, estará o Departamento de Tradições Gaúchas (DTG) Piazito da Tradição, de Venâncio Aires.  Representante da Capital do Chimarrão, o grupo integra a série 'Gaúchos de corpo & e alma', criado para contar um pouco do sonho desta entidade, criada há 14 anos e de seus integrantes.

Cada casal que integra a série, tenta contextualizar o que significa estar no Enart. Apesar de relatarem 'que sonho é este', eles destacam que é difícil expressar, em palavras, este sentimento. No entanto, uma coisa todos afirmam: união e comprometimento fez com que chegassem até a final.


 

Neste post que chega para falar de sonho, compromentimento e união é o casal Vitória Maria Weschenfelder e Tailson da Silva da Luz. Embora dance juntos desde que ela começou, em 2016, eles também fazem revezamento, a exemplo dos demais casais de dançarinos. 

Vitória, de 20 anos, divide o seu tempo com o trabalho no comérico e o curso de Pedagogia na Uninter.  A filha de Alice Teresinha Weschenfelder e Nestor Antônio Weschenfelder. Estreante no Enart, ela começou no Piazito há um ano. Ela sabe que três danças serão sorteadas, antes de entrar no tablado, mas entre as suas preferidas está a Chimarrita.

xx

Tailson tem 16 anos e cursa o Técnico de Infomática no Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFsul). Ele começou na entidade há três anos. Filho de Elisete Teresinha da Silva e Marçal da Luz. Entre as danças de sua preferência está o Balaio. Com a colega Vitória ele dança desde o início do ano, quando começou na Invernada Adulta. Mas também faz revezamento, em todas as danças, com as demais colegas de invernada.


Que sentimento é este?

Vitória: É algo muito especial para mim que faço parte dessa família apenas um ano e já pude conquistar esse sonho. É muito emocionante poder dizer pra família e amigos : eu tô no Enart. 

Taílson: sentimento de emoção por ter mais esta conquista na minha vida

O que consideram mais importante para chegar à final?

Vitória: Determinação, comprometimento e união. É muito emocionante poder dizer pra família e amigos : eu tô no Enart. É muito bom a sensação de ter feito por merecer pra chegar lá, pois durante esse ano a gente deu nosso máximo pra conquistar nosso sonho.

Tailson: a união do grupo. Se não fosse a união não teríamos chegado a tão sonhada final do Enart

 Ainda mais por sabermos que só chegamos lá porque nos esforçamos muito e sempre estivemos unidos" Vitória Maria Weschenfler

 


Peões: Ezequiel Simon, Mateus Cassariego, Mateus Henckes, Bruno Cassariego, Gabriel Schumann, Tailson da Silva da Luz, Bruno Cauê, Gabriel Kaufmann, Adriano Miguel, Gabriel Pereira

Prendas: Marta Bremm, Luana Schweikart, Vitoria Weschenfelder, Taina Fonseca, Cristine Hertzer, Suellen Schonart, Emilly Bittencourt, Valeria de Lima, Eduarda Kaufmann, Larissa Renz, Taina Lopes, Amanda Souza

 

 

Comentários


PERFIL

Beatriz Colombelli


De telefonista/recepcionista, supervisora de escola infantil, mãe de Prenda, Patroa de entidade tradicionalista, palestrante e avaliadora de concursos de prendas e peões, à Colunista no 'Cultura Gaúcha', lá se vão mais de 20 anos. Desde agosto de 2011, integra a equipe do Jornal Folha do Mate, como revisora e futura jornalista, pois nos bancos acadêmicos busca o sonho de infância.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS