Sonhos e realizações: pelos Caminhos da Tradição

por: Beatriz Colombelli
Data: 31/12/2016 | 00:19

Foto: Arquivo pessoal / Folha do MateCarolina Bouvie dos Santos em 2017 busca novos desafios no tradicionalismo
Carolina Bouvie dos Santos em 2017 busca novos desafios no tradicionalismo

Pelos Caminhos da Tradição Gaúcha conhecemos jovens que marcaram nossa vida. Muitos deles, nem lembramos ao certo o dia ou o local que os encontramos. O que registramos na memória são aqueles sorrisos, os sonhos e as realizações que de longe ou de perto acompanhamos em suas trajetórias.

Ao findar mais um ano, queremos falar de sonhos e realizações. E teríamos um cem número deles para contar, porém escolhemos dentre todos, este que ao longo de 2016, teve empenho, superação, decisões e novos desafios.

Carolina Bouvie dos Santos
A guria que nasceu em Criciúma, Santa Catarina, chegou ao Rio Grande do Sul, com 11 anos. Filha de Gaúchos, não ficou muito tempo longe dos galpões. Aos 13 anos, após os pais realizarem um curso de Danças Gaúchas de Salão, no Centro de Tradições Gaúchas Querência do Arroio do Meio, de Arroio do Meio, ela foi convidada para ingressar na entidade. 'Então a paixão pelo Tradicionalismo invadiu a minha vida, e faz parte dela até hoje.'

Na página das Cirandas...
Carolina que permaneceu por dez anos na entidade, em 2010, entre os vários sonhos tradicionalistas realizados, alcançava o maior de todos: como 1ª Prenda da 24ª Região Tradicionalista (24ª RT), chegava à 40ª Ciranda Cultural de Prendas, realizada nos dias 27, 28, 29 de maio de 2010, na cidade de Santa Maria, onde participou com mais 67 concorrentes, na categoria adulta.

... No palco do Enart
'Sempre acreditei e lutei por meus objetivos'. Com este pensamento, a jovem que alimentava o sonho de dançar no Encontro de Artes e Tradições Gaúchas (Enart), conta que trocou de entidade para realizar este sonho. E, em 2012, alcançou este objetivo participando do festival na modalidade de Danças Tradicionais, (Força A), com o Departamento de Tradições Gaúchas (DTG) General Canabarro, da cidade de Teutônia. Com o término desta entidade, em 2014, junto com um grupo de amigos que dançavam na entidade novas oportunidades foram buscadas.

Dois anos de conquistas
Foi no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Tropilha Farrapa, de Lajeado, que em 2015 e 2016, mais conquistas eram alcançadas, Junto com o grupo de amigos, nesta entidade, por duas vezes o título de campeões da Força B no Rodeio Regional foi alcançado. Bem como, a classificação para a final do Enart, em Santa Cruz do Sul, na modalidade de Danças Tradicionais (Força B), também o título de Campeões do Rodeio Estadual de Muçum, o grupo conquistou em 2015.


Outras páginas...

Ao longo destes anos várias frentes de trabalho, em prol da cultura gaúcha, foram desempenhados por Carolina. Entre as atividade ela foi Coordenadora Cultural, avaliadora de Concursos Internos e Regionais, assessoramento nos estudos de participantes em Cirandas e Entreveros. Mas, para um "cantinho" especial ela, também, sempre arranjou tempo. Desde 2009, em seu blog "Cantinho Gaúcho" muitas histórias foram contadas, experiências compartilhadas e informações para outros jovens, ali foram registradas. O que continua a cada dia com mais dedicação.

Novos desafios
Após 15 anos dedicados à dança, a jovem se afasta dos tablados, mas não do tradicionalismo. 'O cansaço físico e psicológico de quem se sujeita a viver e respirar Enart dia após dia é digno de muita admiração. Não é fácil!'. Entretanto, acrescenta que: os sonhos, às realizações e as inúmeras amizades verdadeiras, felicidades imensas e muito orgulho, agora farão parte da memória e das histórias que contará para seus filhos.

'Daqui em diante continuo na entidade - o CTG Tropilha Farrapa - que me acolheu com carinho, e vou fazer parte da torcida, da "equipe de apoio". Meu noivo [Bruno Pavoni] continua dançando, meu amigos continuam dançando, e o amor que tenho por este mundo não diminuiu, muito pelo contrário, continua firme e forte, apenas estava na hora de seguir por outros caminhos."Ela que é formada pela Univates em Licenciatura em Ciências Exatas e tesoureira concursada na Prefeitura de Arroio do Meio, "agora, com mais tempo", fora dos palcos, pensa em dar algumas aulas particulares na sua  área.  Mas afirma com convicção:

Continuo tradicionalista, sempre!"

 

 

Comentários


PERFIL

Beatriz Colombelli


De telefonista/recepcionista, supervisora de escola infantil, mãe de Prenda, Patroa de entidade tradicionalista, palestrante e avaliadora de concursos de prendas e peões, à Colunista no 'Cultura Gaúcha', lá se vão mais de 20 anos. Desde agosto de 2011, integra a equipe do Jornal Folha do Mate, como revisora e futura jornalista, pois nos bancos acadêmicos busca o sonho de infância.

BUSCA
CATEGORIAS
LINKS ÚTEIS
ÚLTIMOS POSTS